Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ANOITECIMENTOS
Edmir Carvalho

Resumo:
era um peito em lida ardor de tecido gasto um verde tamba-tajá em prainhas ...

era um peito em lida
ardor de tecido gasto
um verde tamba-tajá em prainhas
ouriço de castanha
sonolento se arriando
pulsa
uma santa luzia em pedras
esquecida num cântaro
as garças chovendo na tardezinha
para pousar de manso

faróis de garças sobre o gurupatuba
lendo esfregões de barrancos
descendo o rio

linda a cidade chorando lonjuras e silêncios

marcados gordos
olhos pretos
bois engaiolados piscam tristes
a viagem ao matadouro...

nada de filosofias
apenas rabos abanando moscas
tudo vai seguir
sem lua no curitanfã

chove mais anoitecimentos


Biografia:
Nascido em Monte Alegre no estado do Pará, morando na capital paraense, Belém. Professor de línguas e literatura. Escreve poemas, crônicas e contos. Livro publicado "DIZERUDITO - poemas". Editor do site de literatura www.veropoema.net
Número de vezes que este texto foi lido: 57762


Outros títulos do mesmo autor

Poesias ANOITECIMENTOS Edmir Carvalho
Poesias SUPERFÍCE Edmir Carvalho


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
🔴 A imprensa e a manifestação - Rafael da Silva Claro 8 Visitas
Ah mar (ço) - Flora Fernweh 5 Visitas
Um sonho delicioso e muito perigoso. - Rodrigo Nascimento 3 Visitas

Páginas: Primeira Anterior