Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ENCONTROS E DESENCONTROS
katialimma

A nossa vida hoje é difícil. Temos tantas obrigações que o sentimento mais simples fica de fora: o amor. Ele não acontece, na maioria das vezes. Ele é procurado, tanto por homens quanto por mulheres. Pessoas solitárias que se arriscam pela internet; encontro às escuras; um convite tentador, mas num local ermo.
É a solidão que nos faz arriscar. E para não a sentirmos nos arriscamos.
Pela internet, em sala de chat sempre encontramos um pescador com apelido convidativo para apanhar o primeiro desesperado (a) que encontrar. Tentei algumas vezes manter uma conversa com uma pessoa que estava longe, mas que poderia a vir a ser apenas um amigo de outra cidade. Mas ninguém quer isso, quer compromisso, não sério, mas passageiro. Deixei de lado. Era chato ter que dar sempre um fora em alguém mais afoito.
Sempre temos um amigo que conhece um amigo que gostaria de te conhecer e então se marca por casualidade um encontro. E você se descobre de repente alvo de uma atenção de uma pessoa que não tem nada haver com você. E seu amigo escapole logo que pode, e você fica ali com um desconhecido falando e fazendo de tudo para ser o teu melhor conhecido. É barra!
Uma festa que de repente aparece, mas que fica num lugar tão longe que você pensa que saiu do seu estado, às vezes até sim. Mas você, com amigas te chamando de estraga prazeres e blá, blá, blá. Você vai né. E em meio a um lugar desconhecido, ouvindo umas músicas estranhas, vendo pessoas mais estranhas ainda, você então pensa: - quero morrer!
Se falar pra valer, pode acontecer. Você está sozinha, suas amigas já encontraram parceiros perfeitos (aos olhos delas, coitadas) enquanto você procura ficar o mais invisível possível, pensando num jeito de sair dali, e ao mesmo tempo tentando ser polida com os caras que se aproximam e tentam te conhecer. - E eu lá quero conhecer alguém que pode até ser um psicopata?
Amigos nos colocam em cada situação. Mas tudo bem. Tudo em nome da amizade e de não ficar sozinha.
Mas eles já pararam para pensar que você neste momento quer ficar sozinha. Quer se curtir, quer fazer coisas que você gostaria de fazer e que uma relação séria ainda não está nos teus planos?
Não. Não, eles não entendem porque querem o teu bem. E o teu bem está ligado automaticamente a estar com alguém, mesmo que esse alguém seja uma pessoa tão complicada quanto você.
É difícil manter uma conversa saudável pela internet, é difícil gostar de uma pessoa porque acham que você iria gostar. É difícil conhecer alguém interessante quando você está em qualquer parte do país e morrendo de medo.
Confiança é tudo. Se você não sente – é a intuição – seguro(a) para conhecer alguém ou até mesmo fazer algo, não faça. Não ligue para os comentários. Você é maior do que isso e não vale a pena se arriscar porque outros acham que seria legal. Legal é o que você quer realmente fazer, conhecer, ir. Um amigo entende isso e não força, porque não vai ser com força ou chantagem que ele poderá te ajudar.

• “Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.” Dalai Lama


Biografia:
Escrevo porque me alivia do tanto de pensamentos que me assolam. São várias pessoas que vivem dentro de mim, sou frágil e por isso uso a arma que sei utilizar: as palavras.

Este texto é administrado por: katia
Número de vezes que este texto foi lido: 33790


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Óh, Senhor! katialimma
Crônicas CARTA PARA O MEU AMOR katialimma
Crônicas A MARCA katialimma
Crônicas PEQUENOS SINAIS katialimma
Crônicas SALTO ALTO katialimma
Crônicas POR MAIS UM DIA katialimma
Crônicas SOU A CULPADA katialimma
Crônicas AGORA POSSO TE ENTENDER katialimma
Crônicas TEMPO DE CRISE katialimma
Crônicas MÁGOA katialimma

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 16.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 75970 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 61959 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 50246 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 50017 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 49584 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 49209 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 48951 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 48785 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 48747 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 48216 Visitas

Páginas: Próxima Última