Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A origem histórica do termo: "A cada um segundo suas obras"
Wellington Balbo

A origem histórica do termo: "A cada um segundo as suas obras".


O campeonato era o Intergalático.
De um lado o time da Via Láctea, de outro o da constelação de Frangópolis.
A final deste campeonato, que envolveu times de todo o universo, tanto dos seres corpóreos quanto dos seres extracorpóreos, em turno e returno, estava sendo decidida em território neutro, no Céu, bem ao lado de Deus.
O goleiro do time da Via Láctea pediu ao Pai para pegar a cobrança:
"Senhor, ajuda-me a defender esta cobrança de pênalti, este título é muito importante para nós, da Via Láctea. Somos uma galáxia pobre, pequena, oprimida pelos grandes do universo. Dá essa força pra gente, Senhor?!?!".
E do outro lado, o cobrador da penalidade, jogador da galáxia de Frangópolis, pediu a Deus:
"Senhor, ajuda-me a deslocar o goleiro nesta cobrança. Que ele vá para um lado e a bola entre, mansamente, no outro. Conto contigo, Pai. Franguem!
Franguem para a turma de Frangópolis é o mesmo que amém para o terráqueo, ou martêm para o marciano.
E Deus, que a tudo ouve, vê e assiste, sensibilizou-se com ambos os pedidos.
A quem atender?
O Pai estava em dúvida cruel.
Como ajudar o goleiro sem prejudicar o batedor?
Como conceder o pedido de sucesso ao batedor sem prejudicar o goleiro?
Deus, em dúvida, resolveu consultar os universitários.
Estes, em dúvida, disseram ao Pai para consultar a ciência.
Esta, por sua vez, deu o aval:
Deus, não se meta nessas coisas!
Então, o Pai, para não cometer injustiça e perder o título de "Deus", deu de ombros e disse:
"A cada um segundo as suas obras".
Foi então que o batedor correu para a bola, chutou firme e o goleiro...


Biografia:
Wellington Balbo, 36 anos, escritor, 7 livros publicados.
Número de vezes que este texto foi lido: 53051


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Boas Ideias Wellington Balbo
Crônicas Teresa de Calcutá, Chico do Brasil... Wellington Balbo
Artigos Divaldo Franco e o professor Yunus Wellington Balbo
Artigos Terapia anti-queixa Wellington Balbo
Artigos A verdade e suas faces Wellington Balbo
Artigos Fofoqueiro digital Wellington Balbo
Artigos As nossas besteiras de cada dia Wellington Balbo
Artigos Álcool na infância Wellington Balbo
Artigos Você faz tempestade em copo d’agua? Wellington Balbo
Artigos Não escolha a profissão de seu filho Wellington Balbo

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 36.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
1 centavo - Roni Fernandes 54809 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54796 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54661 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 54574 Visitas
Amores! - 54543 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54512 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 54507 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54476 Visitas
Jazz (ou Música e Tomates) - Sérgio Vale 54441 Visitas
O Senhor dos Sonhos - Sérgio Vale 54413 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última