Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
IRINEU E AS BIBAS
HISTÓRIA DE TAXISTA 01
Britinho

Resumo:
Duas bichinhas entraram num taxi e começaram a discutir...

Duas bichinhas entraram num táxi. O taxista perguntou o trajeto, elas falaram juntas, só que, cada uma falou um local diferente. Ele na dúvida ficou parado, sem saber pra onde ir, até porque um local era o inverso do outro.
- Desculpa moooço! Essa maluca prometeu que me levaria pra conhecer a Lapa, agora quer ir pra casa.
- Maluca não, hein, sua bichona! Eu te falei que estou com sono, e vou para os braços de Morfeu, podia ser o Irineu, mas, infelizmente parece que estou indo para o museu, para dormir ao lado dessa múmia.
- Eeeepa! Que negócio é esse, de múmia? Você que é uma baranga, com esse peito murcho, aí! E pára de falar do Irineu! O nome dele não é osso pra andar na boca de cachorra!
O taxista teve de intervir:
- Mas, afinal, eu vou pra onde, pra direita ou pra esquerda?
- Pra direita! - falou a baranga.
- Você é traira! Prometeu e não quer cumprir! Eu vou nem que seja sozinha. Seu mooço, toca pra Lapa, tá? - disse a múmia.
- Olha aqui, sua biba! Eu que fiz sinal para o táxi, portanto, ele vai me levar para casa, viu?
- Vai levar pra casa uma ova! Nem que eu tenha que sentar no colo dele pra dirigir esse carro. - a velhota.
- Epa! No meu colo, não! Podem parar com isso já ou vou acabar botando as duas pra fora. - o motorista interrompeu.
- Ih! O bofe tá nervoso! - disse uma delas.
- E não é para estar? Vocês não param de discutir e até agora não saí do lugar
-Tá bom, moooço! Pode ir para a Lapa. - disse a feiosa.
- Não! Pode ir pra minha casa, desde que você entre pra tomar uma bebidinha comigo. - disse a mais velha.
- Olha, aqui! Vocês estão de sacanagem comigo, né? Agora que uma decide ir para um lado, a outra decide ir para o outro. Além do mais eu não bebo! - disse o Taxista.
- É! Vamos pra casa mesmo. Só assim eu vejo o Irineu. - falou a mais feia.
- Sua vagabunda! É a segunda vez que você fala o nome do Irineu. - disse a bicha anciã.
- Se me chamar de vagabunda de novo, vou meter a mão na sua cara. Mocréia desvairada!
- Mais quem é esse Irineu, que vocês tanto falam? - perguntou o taxista.
- É o cachorro dessa bicha velha...






Número de vezes que este texto foi lido: 28494


Outros títulos do mesmo autor

Humor O MALANDRO Britinho
Humor O PINGUÇO Britinho
Humor IRINEU E AS BIBAS Britinho

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 51 até 53 de um total de 53.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
Inscrições abertas para o Curso de Homeopatia 2017 - Homeopatias.com 28759 Visitas
O confidente Solidão - Condorcet Aranha 28758 Visitas
O HOMEM SEM CORAÇÃO - Capítulo XII - Vicente Miranda 28758 Visitas
Todos os dias. - Patrícia Rodrigues 28757 Visitas
Administração Pública no Brasil - Cleonice Madalena Pereira 28757 Visitas
Bruno & Nardoni - Xiko Acis 28757 Visitas
"Realístico 19:18" - Matheus Unagi 28756 Visitas
VANGUARDA - Gabriel Groke 28756 Visitas
Perseverança ou teimosia - Patrícia 28756 Visitas
Temporal - Michel Dantas 28756 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última