Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SOU TIO PORRA.
Cris Anger

Resumo:
APENAS RELATOS PESSOAIS, SEM QUALIDADE OU QUE VÁ PROMOVER ALGUM CONHECIMENTO, PORÉM CURTI ESCREVER, MELHOR QUE SE MASTURBAR COMPULSIVAMENTE PARA A VIZINHA.ESPERO QUE SE "INDIVIRTA".

Notas de esclarecimento:
Busco através dessas notas fazer um estudo aprofundado do que pode ser um excesso de tédio ou apenas a liberdade de escrever a respeito de si mesmo com intuito de registrar os conflitos em que se encaixa o meu cotidiano.Personagens citados não terão nomes modificados, apenas em situações em que se situarem prejorativamente. o texto a seguir possui pessima ortografia, foda se.
SOU TIO PORRA.
Nasce hoje o reflexo da minha velhice, um sinal de que eu ja vivi, muitos anos, milhares de dias, milhoes de horas, olhando de uma perspectiva ampla, nao vivi nada, insignificancia chamar a a nossa existencia como vida, já que espreitamos desde o primeiro suspiro a entidade morte, o que vem depois ? pra mim, nada, queria acreditar que tem virgens me esperando, porém deve ser embaçado comer virgens, ja penso ? nao acredito em vida a pos a morte pois um se baseia no outro para fazer sentido o que e a vida sem a morte: a eternidade, infinidade, a inexistencia de um ciclo, isso sim assusta, enfim, eu tinha terminado de escrever, porém a euforia que provém de uma substancia branca me trouxe de volta, porém já vou.
Cronica ou conto ou apenas um texto desenbestado, se trata da retratação dos acontecidos em minha realidade privada, possui conteúdo pessoal, imagino que cada um em sua respectiva realidade possa achar acontecidos absurdos, mas para mim o acaso e a insanidade está tão presente na nossa existencia que o que relatarei se torna de uma simplicidade enorme. Caso alguém encontre esse arquivo peço apenas que tente emergir através dos relatos e transcenderem assim como transcendi em determinadas situações, no momento escrevo esse documento ouvindo o album que se chama Roundabout, transcendente, tome um lsd, se for careta, espero que se foda, hoje é uma segunda, trabalhei normalmente, a rotina que sempre tenho, acordei, fumei, sai de carro, me masturbei no banho, abasteci o carro, 10 reais, despedi da minha mãe, dei carona a um amigo de trampo, vi uma moça que sempre vejo na porta de seu serviço e com esse constante encontro, me acostumei a ponto de me sentir atraido por ela, negra corpo comum mas rosto de uma pessoa caucasiana e sempre com as pernas levemente abertas, cheguei no trampo, chapado, no automatico, comprimentei a todos que vi, dei bom dia a uma moça que trabalha na mesma rua que eu, linda, gostosa, chama Elisa, me lembra a laiandra ( talvez conte sobre ela outro dia, apesar de nao merecer, a mae dela sim, cristiane, uma delicia de mulher, um dia ainda como ) reiterando, fui almoçar, cv com meu pai durante o trajeto, como todo dia, gosto desse tipo de contato com meu coroa, apesar de que as opiniões dele são no minimo processo de uma alienação e uma educação tradicional, em casa, fumei na janela, almocei, cv com uma moça, nao era minha namorada, imagino se ela faz igual, me doeria, porem incrivelmente minha consciencia nem coça, triste, o efeito da cocaina ta passando ent encurtarei, trampei mais 6 hrs, uma merda a rotina que nos encaixamos, sai do trampo topei amigos, antigos, peguei um pino, tomei uma lata de cerveja, fumei mt, peguei maconha com um parente, um tio, uma icognita, queria que ele escrevesse os contos sobre a vida dele, vendi maconha para outra icognita, rudy, pego, voltei para proximo dos amigos antigos, logo sai, fui a outra casa de amigo, kadu, mais um personagem no minimo peculiar, o cara nao come arroz e acreditava que aids era transmitida apenas por relações sexuais homossxuais E do sexo masculino kkkkk, fumamos mais maconha, ja nem bateu em mim, o pó corta, saimos para vender mais braw, nome do sujeito Dalton, de lá fomos a "rep" casa do Bruno um amigo proximo e do Hada, um maluco que pinta as unhas e vende pó, gente fina e engraçado, insanos, la peguei mais pó, 3 unidades, bebi vinho, zueiras foram feitas a respeito de tudo, uma roda de drogados é mais interessante e diversificada do que pensam, de la, deixei o Bruno Gordo, outro insano, considero dms, peguei mais um pino, agora no morro, uma segunda casa de quem cheira, varios manos no progresso, pó bom, 20 reais, e onde as coisas mudam, a compulsividade começa, o role acelera, a conversa aumenta, a amizade tbm, onde os pirados se estimulam, nunca pensei conhecer essa galera, porém como disse no começo o acaso leva a lugares dificeis de explicar a origem, voltei pra casa, com a noticia que minha irma estava em trabalho de parto, fiquei estasiado, cheirado e feliz, hoje me tornei tio, tomei como motivação para a realização desse texto, sou tio porra, se nao tiver filho pelo menos terei um sobrinho para vender maconha e se por um acaso esse menino tiver algumas amigas de no maximo 20 possa ajudar um tiozao kkkkk nao sou jack, apenas adimiro a forma feminina da forma mais carnal possivel, mts que lerem se por um acaso isso se tornar publico, se identificará, minha perna ta tremendo e curti escrever para passar a peguice, foda se você vou ver um filme da As panteras, carregou inteiro, um salve para a pornografia brasileira, beijo na sua mãe, tchau

Número de vezes que este texto foi lido: 120


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas SOU TIO PORRA. Cris Anger


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 65558 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54760 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43443 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43076 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42118 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40540 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 38774 Visitas
Amores! - 37040 Visitas
Desabafo - 36429 Visitas
Faça alguém feliz - 34795 Visitas

Páginas: Próxima Última