Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PARA GLÓRIA DO SENHOR...
Por que um ser que não precisa de nada, exige ser glorificado?
ANTONIO FERREIRA BISPO

Resumo:
Por que essa busca desenfreada para divulgar uma “marca” de uma entidade metafísica? Por que esse desejo estúpido de subjugar as crenças de outros povos para proclamar um “deus verdadeiro”? Por que tantos atos desumanos causados contra indivíduos e nações inteiras com o intuito de “honrar ao senhor”? O que todos mascaram com essas ações? Quais as reais intenções nessas loucuras? Estão todos agindo de modo robótico ou alguns sabem exatamente o que estão fazendo? Como se libertar disso? Leiamos o texto e reflitamos!

Na busca desenfreada para encher de títulos uma divindade cultuada as pessoas tendem a esconder as piores das intenções...
*Por Antônio F. Bispo
   Por que deus precisa de glória? Ele tem problemas de baixo estima? O desejo por fama, honra e gloria não seria características de pessoas puramente tolas, de mentes não amadurecida, de egoísmo elevado e de caráter duvidoso?
Por que deus precisa ser louvado, honrado e glorificado diariamente já que dizem que ele é completo de tudo e de nada precisa? Será que ele se esquece dos próprios atributos que possui e por isso precisa que seus súditos o lembrem sempre? Ou será que ele não tem todos esses atributos que os concílios disseram que ele tem, e dessa forma seus súditos tentam fazê-lo acreditar que ele os tem, a fim de se auto beneficiarem com bajulações descabidas? Dizem que quem esquece de dar glórias ao seu nome é comido de bicho e terá uma vida inteira de maldiçoes...
Por que será que o deus bíblico usa as desgraças alheias para se promover ou faz nações inteiras perecerem com o intuito apenas de ser glorificado e o seu nome ser conhecido? Que tipo de ser é tão carente de atenção assim, a ponto de causar o terror só para ser notado? Não seria mais barato fazer vários outdoor em cada canto do planeta apresentando sua imagem e propostas do que sair matando gente inocente?
    Mesmo sendo “pecadores”, empresários e comerciantes modernos entendem que um modo melhor de apresentar um produto ou serviço a uma clientela ainda desconhecida é falando deste mesmo produto repetida vezes e não sair por ai matando seus possíveis consumidores e usuários. Um deus que segundo a própria bíblia “se atualiza” cada manhã ainda não entendeu essa jogada de marketing e para dizer quem era e o que fazia, tinha de sair matando homens, animais e plantas e até amaldiçoando o próprio solo, como se esses fossem coniventes como os “pecados” do povo.

   O que esse deus é? Que tipo de ser é esse que não mede esforços para ser promover e segundos seus próprios súditos, ele usa de ameaças, castigos e todo tipo de coação psicológica para que seu nome seja engrandecido entre todos os demais deuses apesar de assumir o tempo inteiro que ele é o único? Um ser abstrato e imaterial que age desse modo, pode ser considerado um ser de luz ou um ser das trevas?
    Se dessem um bíblia para uma povo que ainda não foi seduzido pela cultura judaico-cristã, e deixassem a palavra deus como sujeito oculto, possivelmente os leitores teriam dificuldade em definir quem é o ser de luz e quem seria o ser das trevas pelas características e ações a eles atribuídas.

    Aposto que em toda sua vida, a igreja nunca deixou que você pensasse sobre esse assunto apesar de sua mente lúcida rejeitar cada atitude atribuída a ele toda vez que você lia sobre os feitios “milagrosos” no livro dito sagrado. Todos se perguntam isso, mas todos se reprimem com receio de ser mal interpretado e punido por aqueles que tem respostas prontas e incoerentes pra qualquer assunto bíblico com o intuito apenas de abafar os próprios questionamentos.
   Sem falar que até em pensamentos as pessoas tendem a se reprimir quando pensam sobre as ações doentias de deus em busca de fama e glória, mas de imediato são sufocados pelo medo de estar pecando em pensamentos, então silenciam-se com receio de sofrer pragas e impropérios como as que acontecem com todos nos contos bíblicos onde deus mostra quem é que manda e o que acontece com quem deixa de adorá-lo ou fazem perguntas simples a ele, do tipo sobre o que comer ou o que beber em um deserto escaldante.

Pois bem. Acredito que se não fosse pra pensar, esse mesmo deus teria colocado uma ervilha em sua caixa craniana e não uma cérebro com bilhões de neurônios com a capacidade fantástica de mudar nossa realidade interior e exterior pelo simples ato de pensar! O será também que ele te deu um cérebro só para provar a sua fé? Mostrando que você é fiel a ponto de não usá-lo e apenas seguir comandos sem sentidos e auto anulatórios proferidos pelos que dizem ser representantes das divindades? Sei lá... como ele é todo enigmático, de repente ele pôs o seu cérebro bem ai apenas para te tentar, como fez com o fruto no Jardim do Éden.
Vejamos algumas ocasiões em que ele explora ou extermina um povo apenas para se promover:
   No capítulo 9 do evangelho de João, narra-se sobre um caso em que jesus se encontra-se com um cego de nascença e seus discípulos perguntam: “mestre, quem pecou? Ele ou seus pais, para que este viesse nascer assim?”. E segundo a própria narração, jesus disse: “nem ele e nem seus pais pecaram, mas tudo isso aconteceu para que o nome do senhor fosse glorificado...” Que malvadeza!
   Já pensou? Imagine você, um sujeito pobre, dormindo nas ruas, disputando restos de comida com outros mendigos nas lixeiras, e todo dia correndo o risco de aquele ser o último, sem esperança alguma, sem nem saber que seu pai era um homem muito rico, dono exatamente de um mega edifício qual você dormia todos os dias debaixo da marquise, inocente sem saber que você mesmo era herdeiro deste patrimônio, ou muito menos sabia que ainda tinha um pai vivo pois em momento algum ele se manifestou ou deu notícias.
   Seu pai sabia e via suas condições precárias diariamente e nunca fez nada por ti. Agora que você já estava com mais de 40 anos de idade, sua saúde arrebentada, com os dias contado devido as doenças que adquiriu dormindo e comendo mau, alguém te apresenta ao dono do prédio e diz: “esse é seu pai! Ele fez tudo isso para honra e glória do nome dele mesmo!”. O que você diria? Partiria para o abraço ou sairia com nojo e desprezo por aquele pai?
   Que situação bizarra, não acham? Que coisa esquisita! Quem sabe, só veríamos isso em um roteiro de filme de terror. O que você diria a um pai desses? Iria querer dar a ele o respeito e consideração que um pai merece ou mandar que ele fizesse bom proveito de tudo que ele tem? Em que te beneficiaria a gloria dele? Pra que essa glória seria útil a você ou a ele? isso mudaria o seu passado, restauraria sua saúde defasada ou compensaria todo o sofrimento que você passou? Claro que não! Quem sabe você iria sentir tanto ódio desse pai que nunca mais iria quer vê-lo outra vez. Quem sabe iria desejar nunca tê-lo conhecido! Se a bíblia tivesse sido escrita nos dias atuais, iriamos pensar que seu roteiro foi baseado em novela mexicana.
Se essa estória bizarra é inaceitável até por nós humanos e “pecadores”, que diria se isso fosse dito ou feito por aquele que dizem ser o senhor supremo e dono do universo, o ser mais justo que já existiu, a fonte de todo amor e bondade! Uma coisa não se encaixa com a outra. A descrição de bondade e justiça que fazem a respeito desse deus, não condiz com os registros dos seus atos. Alguém andou inventando, acrescentando ou ludibriando para dominar o rebanho...quem será que foi? Eita mistério...
Se esse modo de agir para glória própria fosse real e verdadeiro, então o pior, o mais imundo e o mais corrupto de todos os homens ainda seria mais justo e santo do que esse deus qual o ocidente cultua, pois sendo ele imortal, incorpóreo, e não precisando de absolutamente nada do reinos dos homens, foi conivente ou provocador de desgraças para se auto promover. Às vezes acho que os grandes genocidas da história leram muito a bíblia e a interpretaram ao pé da letra ou queriam ser como dizem ser esse deus, exigindo para sí toda a glória do mundo.
No reino da fé, todos os personagens podem ser criados com as características que mais for conveniente ao que vê nessa criação uma forma de escapismo, lucro e benefício próprio. O ruim é que nesse reino, devido aos estímulos constantes para o desenvolvimento do ego, da ganancia e da ignorância do fiel, eles passam a mudar os valores reais das coisas e chamam o que é mau de bom, o bom de mau, o certo de errado e todo mundo que age feito um terrorista como se fosse um herói da fé!
   Essa não é a única história bíblica em que deus usou a desgraça ou sofrimento alheio para auto promoção. Praticamente quase toda história desse “livro sagrado” tem como teor principal o fato de deus estar esmagando, estraçalhando, humilhando, matando alguém ou uma nação inteira para dar “vitória ao seu povo”. Interessante é notar que o mesmo povo que ele salva e jura proteger das mãos dos “inimigos”, ele mesmo os mata, os castiga e os oprime lá na frente quando o povo faz perguntas, tem dúvidas, ou se desviam ainda que levemente a atenção pra outros deuses. Por que será? Que coisa estranha...O que será que vai acontecer com os que ele prometeu levar para os céus?
   Dizem por exemplo, que Jó, aquele que foi vítima de uma aposta entre deus e o diabo, perdeu todos os bens que tinha incluindo os filhos, ficou leproso e passou 12 anos sofrendo e isso foi feito provar a fé deste pobre moribundo, para que posteriormente os nome do senhor viesse a ser glorificado nesses feitos, ou seja: para a honra e gloria do senhor...
   Dizem que o Egito no passado foi arrasado por completo, os primogênitos foram mortos à meia noite por um anjo do mau vindo da parte de deus, e logo depois os egípcios foram todos afogados no mar. Sabe pra que? Para a glória do senhor...
   Dizem que um menino de 15 anos matou um veterano de guerra de 3 metros de altura com apenas uma pedrada. Para a gloria do senhor, para que o seu nome fosse temido entre os povos.
   Dizem também que esse mesmo menino cresceu, se tornou possessivo, abusivo, sanguinário, adúltero, manipulador e um péssimo governante e tudo isso foi para a glória do senhor...
   Esse menino virou salmista e em seus salmos o que mais ele narra é o desejo de vingança, maldições aos seus “inimigos”, desgraças alheias e mortes que foram causadas a outros povos como sendo uma ordenanças divina. Até hoje os feitios dele, bem como seus escritos são bases para vários cânticos, liturgias, sermões, seminários, consagrações ministeriais e campanhas para vendas de bugigangas ungidas...para a gloria do senhor!
    Sabia que Daniel, Mesaque, Sadraque e Abdenêgo foram feitos de marionetes pelo rei e seus súditos enfrentando vários momentos tenebrosos somente para a gloria do senhor? Pelo menos é o que dizem...
   As cruzadas romanas, o extermínio de vários grupos de minoria promovidos pela igreja católica na idade média e a dizimação de nativos americanos e africanos, dizem também que foram para a gloria do senhor, para que seu nome fosse conhecido e exaltado entre os povos conquistados e para que o seu reino fosse propagado sobre a terra. Até o holocausto judeu na segunda guerra dizem que foi deus testando o seu povo, permitindo que quase os exterminassem por completo, para num último momento ele “chegar chagando” como um super herói, salvando o restinho que sobrara deste povo e sendo exaltado por isso! Só mesmo pelos “olhos da fé” para entender esse raciocínio. De outra forma não dá!
   Para gloria do senhor, para gloria do senhor, para a gloria do senhor....
   Quanta maluquice! Até quando vamos continuar prejudicando uns aos outros, causando problemas irreversíveis e ainda dizendo ser essa ação, um feitio para que o nome do senhor seja glorificado?
    Que golpe baixo! Que vergonha! Por que ele mesmo não se projeta fisicamente na frente de quem precisa converter para comprovar a veracidade de sua gloria, poupando assim o sofrimento de tantas outras pessoas? O pior de tudo é que nesse jogo macabro, quanto mais fiel tu fores, mas explorado tu serás?

Desse modo, missionários cristãos são mandados diariamente aos montões para serem mortos em países mulçumanos, dando a vida por nada, achando que estão fazendo isso para a “gloria do senhor” e que assim irão convencer os seguidores de Alá ao cristianismo. Que péssimo investimento! Será que se deus quisesse mesmo, não convenceria qualquer pessoa no mundo a crer nele sem o nosso auxílio e sem usar ninguém como marionete? Não esqueçam que segundo a bíblia ele endureceu o coração de faraó para que o mesmo não deixasse o povo ir, para depois matar faraó por um crime que ele nunca cometeu, já que era ele mesmo (deus) quem estava manipulando a mente desse monarca.
Como confiar em um ser assim? Que te induz a fazer o mal, depois te pune como se fosse você o culpado?
   Pessoas são exploradas todos os dias dentro das casas comerciais da fé, tendo seus salários subtraídos pelos vendilhões de bugigangas ungidas e cobradores de um percentual eterno e tudo isso é para a glória do senhor...

   Por sinal, poucos dias atrás, aqui no sul do brasil, um “ungido do senhor” estuprou, matou e queimou o próprio filho e enteado, duas crianças indefesas e segundo apurações policiais, ele queria promover a própria igreja com esse ato. Qual o interesse de promover uma igreja mesmo? A honra e gloria do senhor, o enriquecimento fácil e rápido, a projeção social de uma imagem de santo quando pode ser o oposto disso...
   Todo cuidado é pouco quando alguém diz estar trabalhando para deus ou agindo em nome deste! A história tem mostrado, que as piores pessoas podem se esconder atrás de títulos de santidade justamente por não levantar suspeita alguma.

   Os piores investimentos que podemos fazer na vida é o de quere promover um ser que não precisa ser promovido, alimentar um ser que não precisa ser alimentado e render culto e atenção a quem não necessita disso! Enquanto isso, os que realmente precisam de nossa atenção e cuidados reais ficam esquecidos...
   Quanto mais os mortais tiverem se empenhando para produzirem resultados a fim de glorificarem os deuses, as desigualdades sociais e desprezo pelo nossos semelhantes será ainda maior.
Mais juízo e menos hipocrisia! Saúde e sanidade a todos!
Texto escrito em 28/6/18


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 351


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios PARA GLÓRIA DO SENHOR... ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios OS TRIBUTOS ECLESIÁSTICOS ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios E QUEM NÃO CRER SERÁ CONDENADO... ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios NOSSA IMAGEM E INTERESSES PESSOAIS REFLETIDAS NOS DEUSES ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios OS 10% “DO SENHOR” JÁ ESTAR GARANTIDO! ANTONIO FERREIRA BISPO
Poesias FREQUENTAR IGREJAS NÃO TE FAZ SER MELHOR QUE NINGUÉM ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios E SE OS DEUSES FALASSEM? ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios CULTO AOS DEUSES: UM ATO DE AMOR, TEMOR OU CORRUPÇÃO? ANTONIO FERREIRA BISPO
Ensaios IDIOTIZAÇÃO VOLUNTÁRIA DAS MASSAS ANTONIO FERREIRA BISPO
Poesias POR QUE GOSTAMOS DE NOS ILUDIR? ANTONIO FERREIRA BISPO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 70.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185719 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 164428 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 163940 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130838 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 117947 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 81161 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69998 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 65241 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 60564 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55938 Visitas

Páginas: Próxima Última