Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
SEO DONATO
Orlando Batista dos Santos

SEO DONATO

Nos casos de seo Donato, todos os bichos falam uns com os outros, e tratam-se como compadres e comadres. Isso, pela frente, porque pelas costas nunca se sabe o que um vai aprontar com o outro. O macaco destaca-se por sua inteligência, mas a raposa, apesar de ladina, atrapalha-se muito na hora de executar qualquer plano.
Um bicho muito temido é a onça, mas, estabanada, só leva azar, de modos que se dá mal até mesmo com o coelho e com o tatu, que não encontram dificuldades de passá-la para trás.

“Loca pra cumê o macaco, a onça fingiu que tinha morrido. A nutiça ispaiô, e os bicho correro pro velóro, sendo que urubu chegô primero. Todos chegava bem pertinho da onça, e a onça, queta...
Quando o macaco chegô no veloro, discunfiado parô lá longe e gritô:
— Coitada da cumádi onça; ela já bufô?
— Não! — respondeu o urubu, ansioso pra cravá o bico no zóio da onça.
— Não mesmo! — falô o tatu, mirano o tamanho do osso da perna da bichana.
Escuitano isso, a onça si ispremeu, si ispremeu, si ispremeu, i com munto custo sortô uma bufinha. O macaco sartô dipressa no gaio da árve, e gritô lá de riba: “corre, cambada de besta; bicho morto num fái força pra bufá!”
A onça levantô munto invregonhada; mais tão invregonhada, qui foi imbora jurano vingaça”.

Gente com bicho também dá bons casos, e a prova disso é o caso do tatu. Quando um tatu entoca num buraco raso, seo Donato diz que não adianta puxá-lo pelo rabo, porque ele se enche de ar, enrosca o casco nas paredes do buraco e não sai mesmo. O jeito, diz ele, é enfiar o dedinho no fiofó do bichinho, que ele fica largado e se solta das paredes do buraco.
Seo Donato conta que certa vez um caçador queria arrastar um tatu de um buraco puxando-o pelo rabo e, não conseguindo, ao invés de enfiar o dedinho no lugar indicado, lascou um arpão nas costas do tatu. O tatu deu um espasmo e gritou com todas as forças que pode reunir:
"Aaaai!!! Qui punhalada disgraçada, sô; desse jeito, num tem tatu qui aguenta!"
Sabe o que aconteceu com o caçador? Morreu de susto.

De meu livro “heróis Caipiras” http://www.clubedeautores.com.br/book/119026--HEROIS_CAIPIRAS


Biografia:
Estudioso do Folclore e da Cultura Popular de raízes caipiras. Autor do livro Heróis Caipiras. http://www.clubedeautores.com.br/book/119026--HEROIS_CAIPIRAS Presidente da Associação de Produtores da Agricultura Urbana de Campinas e Região. Blog: http://aproagriup.blogspot.com.br
Número de vezes que este texto foi lido: 28853


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Poema do Nascimento Orlando Batista dos Santos
Crônicas CAIPIRAS EM GUERRA Orlando Batista dos Santos
Contos SEO DONATO Orlando Batista dos Santos
Artigos OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR Orlando Batista dos Santos
Crônicas Trabalha, Negro, Canta e Dança Orlando Batista dos Santos
Artigos FOLCLORE - CHUPA-CABRA: O NASCER DE UM MITO Orlando Batista dos Santos
Crônicas OS MEDOS DA GENTE Orlando Batista dos Santos
Poesias ENGENHO NOVO Orlando Batista dos Santos
Poesias FELICIDADE É... Orlando Batista dos Santos
Contos SACI, OU O DEMO EM PESSOA? Orlando Batista dos Santos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 17.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 57633 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53039 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39326 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34791 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 34151 Visitas
Amores! - 33369 Visitas
Desabafo - 32979 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31773 Visitas
Faça alguém feliz - 31711 Visitas
Vivo com.. - 31415 Visitas

Páginas: Próxima Última