Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Somos
ALAN SERGIO MAIA ORNELAS



Somo dois pássaros conscientes
Vivendo momentos variados.
Convictos, certos e errados,
Presos em gaiolas diferentes!

Somos vítimas das atitudes
Que nós mesmos tomamos!
Sem amor porém amamos
Independentes de virtudes!

Somos a vergonha de uma fuga
Quando queremos a liberdade.
No amor somos presos à inverdade
Geradora de sofrimento e ruga.

Somos os medos da realidade,
A vergonha do amor declarado,
A incerteza em deixar o corpo amado
Renunciando à virtual felicidade.

Somos a vontade sem ação,
A ousadia isenta de coragem,
O retorno antes da viagem,
Amantes leais, sem doação!

Somos, homem, mulher, um amor!
Eu perdido com a que desejei,
Você perdida, pois eu a amei
E só dei, por amor, a dor!




Biografia:
Alan Sergio Maia Ornelas, nascido em 19/11/1957, neste 23.01.2007 com apenas 49 anos, voltando a estudar.Aficionado por mágicas, poesias, teatro e textos teatrais (principalmente teatro empresa), serestas, cerveja e mulher bonita.Brevemente estará publicando os poemas do seu filho Alan Jonas ( 18 anos ). Alan ornelas pode ser considerado um pré-adolescente da terceira idade. E podem entrar em contato: alansergiornelas@hotmail.com
Número de vezes que este texto foi lido: 28564


Outros títulos do mesmo autor

Poesias DEFLORAÇÃO ALAN SERGIO MAIA ORNELAS

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 11 até 11 de um total de 11.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
O MENINO DO PARQUE - PARTE FINAL - EMANNUEL ISAC 651 Visitas
SEM RAIVA - Tércio Sthal 651 Visitas
Padrão de energia que parou o planeta - Isnar Amaral 650 Visitas
Como montar um negócio com pouco investimento - Antonio 649 Visitas
SUPERAÇÃO - BENEDITO JOSÉ CARDOSO 648 Visitas
Como ganhar uma renda com marketing digital? - Antonio 648 Visitas
Dimensões e visões - Dudu Khalifa 646 Visitas
À DEUS TODA A GLÓRIA - Alexsandre Soares de Lima 646 Visitas
Aqui jaz o velho - Axl Hogar 645 Visitas
Iluminar-se - Matilde Diesel Borille 645 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última