Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Ser de paz
Anderson Carmona Domingues de Oliveira

Ser como o excelso dor,
Mesmo a alegria duma flor,
Cercados de cada vertente,
Como o ser humano suplente.

A verdade é um verbo,
Do qual cada, e se bebo,
Fazer do amor o sensacional,
De ter a vida como elo afinal.

E ser e semear a verdade,
Correr como o ser idade,
Ser como o ser e dolorido.

E sermos como ser querido,
Desejando ser seu amigo,
E de como o amor consigo.


Biografia:
Sou um poeta que procura o alento na escrita, o qual busca a sabedoria nas palavras, perdão no ser e caridade no trato com o próximo. Ser escritor é realizar tudo que tenho de bom para mostrar para cada leitor meu. A fortaleza de alegrias que me concedem em Deus me torna um poeta de paz, amor e alegrias profundas no amor de nosso senhor Jesus. O amor que gera este escritor avança como o rouxinol e caça como a águia devota de seu alimento, como ela anseia se alimentar eu me dedico a ser e ter o dom de escrever. O movimento que eleva a minha alegria vem no fato de escrever com dinâmica e vontade geradas nesse amor pela escrita. Ao amor a escrita me moldou e eu moldo o meu ser no ósculo da poesia.
Número de vezes que este texto foi lido: 54730


Outros títulos do mesmo autor

Sonetos Ser e sempre Anderson Carmona Domingues de Oliveira
Sonetos E lhe amamos Anderson Carmona Domingues de Oliveira
Sonetos De uma dor Anderson Carmona Domingues de Oliveira
Sonetos Açaí Anderson Carmona Domingues de Oliveira
Poesias O amor perdoador Anderson Carmona Domingues de Oliveira
Poesias Sorte ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA
Poesias Forte ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA
Poesias Muito ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA
Poesias Conjunto ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA
Poesias Chamar ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 21 até 30 de um total de 2251.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Oração do amanhecer - Ivone Boechat 54798 Visitas
Hoje - Waly Salomão (in memorian) 54798 Visitas
A conquista da Atalanta e a resiliência - Vander Roberto 54794 Visitas
Como comecei a escrever? - Parte 1 - Caliel Alves dos Santos 54789 Visitas
Oração da avó - Ivone Boechat 54788 Visitas
A day in my life! - Rodrigo Nascimento 54788 Visitas
Mais um - Ivone Boechat 54787 Visitas
🔴 O animal do Pânico - Rafael da Silva Claro 54787 Visitas
Prece do trabalhador - Ivone Boechat 54785 Visitas
Por quê o RS demorará para ser reconstruído? - Vander Roberto 54785 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última