Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Rota de não chegada
Paulo Luna

Quando esse frio
que vem do teu olhar vazio
me enche de pavor
eu fico quieto
e vejo as nuvens pararem entre os prédios
e uma velha torta sorrir sem dentes
e as virgens tolas chorarem de paixão
Quando esse vazio
que vem do teu olhar frio
me enche de temor
eu quero correr
das sombras que passeiam pelo chão
dos mistérios que passeiam trás de mim
da fechadura que me olha atenta
Quando esse pavor
que vem do teu olhar de medo
me enche de frio
eu fico tonto
pego as mãos e guardo-as nos bolsos
fecho os olhos e deito-os no chão
abro a boca e espero um grito fugir
Quando esse temos
que vem do teu olhar de tédio
me enche de vazio
eu paro calado
fecho a janela e apago a luz
e olho pelas frestas das telhas
a nudez clara do sol


Biografia:
Pesquisador. Professor. Historiador. Poeta. Licenciado em História em 1987, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro-UERJ. A partir dessa época, exerceu o Magistério em escolas públicas e particulares, sendo aprovado em concurso público para o Magistério Municipal da cidade do Rio de Janeiro em 1990. Em 1980, foi premiado em primeiro e segundo lugares no Femutrop, Festival de Música, Poesia e Trovas que envolveu escolas públicas de todo o Estado do Rio de Janeiro. Três anos depois, publicou de maneira independente o livro de poemas "Preparação". Em 1983, publicou poemas no Jornal de Letras. Em 1986 e 1987, participou do jornal de poesias "O Bonde" publicado na UERJ além de redigir o jornal alternativo "O Espermatozóide". Em 1994, foi 1º colocado em concurso de poesia da Faculdade Augusto Motta, SUAM. Nesse ano, publicou o livro de poemas "O que sobra" lançado na Escolinha de Artes do Brasil. Em 1995, participou da "Ciranda de poesias", antologia de poemas publicada pela Câmara de vereadores do Rio de Janeiro. Em 1997, publicou o livro de poemas "Arquibancada", pela Literis Editora. Em 1998, foi premiado em concurso de poesia na Biblioteca Estadual do Rio de Janeiro, publicando poema na antologia "80 POETAS CARIOCAS", além de participar do "Anuário de escritores", antologia publicada pela Editora Literis . A partir de 1999 passou a atuar como auxiliar de pesquisa do Dicionário Cravo Albin de MPB, realizando pesquisas nas áreas de Música Regional, Romântica, e Jovem Guarda. Em 2000, publicou poema na antologia "Santa Poesia", casa de espetáculos em Santa Tereza, Rio de Janeiro, onde se apresentou. Por essa época, apresentou-se também no Teatro Gláucio Gil, Museu do Telefone e Teatro Cândido Mendes, entre outros locais de apresentação de poesia. Em 2001, apresentou na UERJ a oficina "Poemas didáticos", durante o I encontro de Professores de História promovido pelo SEPE (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação), além de produzir e dirigir dois encontros poéticos na sede do Sepe. No mesmo ano produziu e apresentou o encontro "Poesia no Sobrado", evento de poesia na Vila Isabel, que contou 5 edições mensais, apresentando poetas de diversas regiões do Rio de Janeiro e de outros estados. Foi ainda, no mesmo ano, premiado em concurso de poesias do Sindicato dos Escritores do Rio de Janeiro. Em 2001, apresentou-se no evento "Panorama da palavra", no auditório da Faculdade Cândido Mendes em Ipanema, além de ter poemas publicados no jornal Panorama da Palavra. Em 2002, passou a ser pesquisador responsável pela vertente MPB clássica do Dicionário Cravo Albin de MPB. No mesmo ano, participou como leitor-guia do Programa de leitura do Ler UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), apresentando o tema "Futebol e Literatura". Em 2003, ingressou no Mestrado em Literatura Brasileira da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Integrou, em 2004, grupo de pesquisa que desenvolveu, junto ao Departamento de Letras da PUC/RJ e a FAPERJ, a pesquisa "Representações da violência na música popular brasileira", respondendo pela música brasileira do período anterior a 1950. Em 2005, defendeu a dissertação de mestrado "Dos braços dessa viola à dissonância de uma guitarra - a tensão entre a tradição e a modernidade na música caipira e sertaneja" sendo aprovado com louvor.
Número de vezes que este texto foi lido: 28856


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Carne viva Paulo Luna
Artigos O mito da bossa nova Paulo Luna
Artigos O ídolo negro – Evaldo Braga Paulo Luna
Poesias Sem título Paulo Luna
Artigos Zé Marcolino – O poeta de Sumé. Paulo Luna
Poesias A casa das máquinas Paulo Luna
Poesias Balada dos suicidas Paulo Luna
Poesias Utopias Paulo Luna
Poesias Tortas divas Paulo Luna
Poesias Medo antigo Paulo Luna

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 17.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 62965 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53984 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42934 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 40127 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39997 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 38347 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 37086 Visitas
Amores! - 35115 Visitas
Desabafo - 34654 Visitas
Faça alguém feliz - 33055 Visitas

Páginas: Próxima Última