Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Universitárias Deusas
Bia Nahas

Eu me sinto tensa
Porque a exigência é intensa
De ser uma deusa.
Me deixa numa imensa
Sensação densa
Para não ser suspensa
E obter a tal recompensa
De trabalhar e terminar a faculdade extensa.
Há autoridade que parte para a ofensa,
Muitas vezes, para violência intensa
Por ser cobrada que deve ser como uma deusa
Para orientar a aluna máquina também deusa
Que embora possa gostar de estudar, fica tensa
Por não poder errar, nada olvidar e perder tempo se não será suspensa.
A professora, às vezes, violenta que orienta a aluna pode deixar tensa
(Porque também tem medo de ser suspensa)
Pode reduzir a universitária em uma máquina perfeita imensa.
A universitária que, às vezes, violências pela professora pensa
(Porque tem medo de ser suspensa)
Pode reduzir a professora em uma perfeita deusa.
Se ficarem focando em culpabilizar pelo erro de forma intensa
Ao invés de ver a necessidade por trás da situação densa,
Então, será difícil de não ficarem mais tensas.
Por isso, há de se dialogar com respeito e sem ofensa
Para entenderem efetivamente o conhecimento que é a recompensa
E pela empatia, não exigirem o impossível de ser como uma deusa,
Pois nem a professora nem a universitária vão conseguir essa burrice imensa!


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 275


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Três na Cama Bia Nahas
Poesias No Tengo Más (espanhol, português e inglês) Bia Nahas
Poesias Ilusão Estúpida Bia Nahas
Poesias Doida por Você Bia Nahas
Poesias Verme Enfermo Bia Nahas
Poesias Uma Palavra Secreta Bia Nahas
Poesias Barco à Deriva Bia Nahas
Poesias Ao Som do Tango Bia Nahas
Poesias Quarto Escuro Bia Nahas
Poesias Invisível Fantasma Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 345.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68373 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55701 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44392 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44118 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43748 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42576 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42080 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41350 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41274 Visitas
Amores! - 39772 Visitas

Páginas: Próxima Última