Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A SENHORA DE PRETO
...
orivaldo grandizoli

Resumo:
,,,

Toda vez que passo
ela lá está
estendendo os braços
querendo me abraçar...

Eu
que sou fugitivo de mim mesmo
passo ao largo na outra calçada
que parece que vivo à esmo
levado pela enxurrada...

Ela ri e me convida
e eu agradeço e sigo só
maior que o prato de comida
só a vida que levo em dó...

Certa feita bateu à minha porta
e perguntou se podia entrar
eu lhe disse que minha aorta
era feita pra só amar...

Não me zango e nem me preocupo
com as investidas a qualquer hora
rezo um cadinho e depois me entupo
com delicioso sorvete de amora...

Um dia quem sabe sei que ela virá
como uma doce e mansa e sinuosa brisa
viajando pelos túneis que há no ar
e eu serei dela como da tinta a poesia
e iremos pelos confins a viajar...




Biografia:
Se a palavra vem da boca nasci quando a genealidade marcou touca e me pôs para cantar em voz rouca...
Número de vezes que este texto foi lido: 366


Outros títulos do mesmo autor

Poesias OI orivaldo grandizoli
Poesias AMANHÃRRÃ orivaldo grandizoli
Poesias QUANDO EU VIM orivaldo grandizoli

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 2241 até 2243 de um total de 2243.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
CELESTE - Flora Fernweh 1 Visitas

Páginas: Primeira Anterior