Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O som na minha cabeça
Cordas das tristezas
PauloRockCesar

Resumo:
Sinto cada veia do meu corpo e tudo que correr dentro delas cheira a solidão e desespero, um rosto calmo o peito frio alma triste.

De repente a mágica acaba e os sons que ouvimos não nos leva a ver o sol caminhamos de cabeça baixa, e a cima de nos uma nuvem cinza nos acompanha. Nao sentimos mais o som punk da junvendude e vezes parece mesmo que o Rock n roll morreu na mochila levo a saudade e um all star para descansar os pés do velho coturno com suas histórias e estradas pecorridas . Não posso deixar de falar do meu velha amigo e companheiro e velho violão e um dia me levou ao alge da felicidade quando tocava em bares e praças, é mais hoje sinto essa brisa. Esse ar caótico sinto essa dor essa falta e desejos, trago com o vento um retrato de um vida que um dia ja foi Boa e apenas sobrevivo ao dias tento respirar e aceitar e ao longo dos dias sinto perdido dentro do peito o velho jovem poeta que um dia fui não perdi a esperança dos sonho apenas não estou sorrindo nem cantando   com tanta frequência espero que o tempo me mostre o caminho pois cada dia que espero o novo amanhecer sinto mais lonje o alvorecer da minha alma! PauloRockCesar


Biografia:
Autor e compositor sonhando em ganhar o mundo com suas palavras...A cada passo dessa estrada eu me mantenho vivo A cada metro desse chão sinto que estou vivo, que estou no mundo toda tristeza é valida cada flor tem seu perfume assim como cada poeta tem seu valor hoje se choro é que algo vive em mim se grito é que estou reagindo escrevo por que existo por que é do agora que os sonhos são feitos de sorrisos de acasos Agora quando não estiver mais falando escrevendo é que estarei morto ou em algum lugar no espaço mais por enquanto estou aqui , leião escutem me observem pois estou vivo .............. O maior segredo é que a vida não é um processo de descoberta, mas sim de criação. Você não está se descobrindo, mas sim, se recriando. Por isso, não tente descobrir quem você é , mas busque determinar quem você quer ser!
Número de vezes que este texto foi lido: 28969


Outros títulos do mesmo autor

Cartas Vem lutar comigo PauloRockCesar
Poesias Outono PauloRockCesar
Cartas Até quando PauloRockCesar
Poesias Garota Infernal PauloRockCesar
Cartas Sétima Arte PauloRockCesar
Poesias A dor do artista PauloRockCesar
Ensaios Àguas PauloRockCesar
Poesias solidão PauloRockCesar
Poesias O som na minha cabeça PauloRockCesar
Ensaios As Paredes PauloRockCesar

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 99.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
TOMO TUDO - sigmar montemor 36702 Visitas
Lamento - FERNANDO 36473 Visitas
Faça alguém feliz - 35800 Visitas
Parabéns, Daniel Dantas! - Carlos Rogério Lima da Mota 35345 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 35256 Visitas
Vivo com.. - 35192 Visitas
eu sei quem sou - 34084 Visitas
camaro amarelo - 33986 Visitas
MENINA - 33872 Visitas
sei quem sou? - 33849 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última