Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Noite das Bruxas
Carlos Correa

Deixaste-me aqui fora
Névoa e frio
Espelho quebrado espírito abandonado
Até mesmo recusado
Por sua própria dor
A amargura infiltrada nas paredes
Tingidas de lágrimas e bolor

Grito em voz trêmula quase não ouço
Por que me deixastes?
Olhe por esta janela
É só o que te peço
Tão solitários estão os sonhos e feitiços
Todos aqueles que tu desertaste

Abra a janela deixe-me entrar

Já não reconheço tua gravura
Ilustração vazia
Tela sem pintura
Houve um tempo me lembro
Que ali vivia a poesia

Abra a janela deixe-me entrar

Noite das bruxas que amam
Magia cinza a vir do bem
Dai-me a sabedoria dos que veem
Corpo mente espírito e emoção

O piano toca a música que a gente ria
Teu olhar rangendo se desvia
As velas se acendem e sorri a lembrança
Lembraste de mim... tua esperança
Nunca te esqueças do poder da canção e da magia

A janela se abre na força do vento
Vem de dentro libera a chama
As cortinas amareladas agora brancas
Flutuam no frio da madrugada
Valsamos alma e fé em rodopio crescente de carícias

O ciclone envolve a floresta
As folhas lágrimas das árvores
Dançam e fecundam
Da ilustração antes vazia
Surge o sonho em vida renascida
Reescreve a magia
E de longe A coruja sorria...

Carlos Correa

Número de vezes que este texto foi lido: 111


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Amanheça! Carlos Correa
Poesias Rota do Sol Carlos Correa
Poesias Harvest Moon Carlos Correa
Poesias Estrelas sob o Seu céu Carlos Correa
Poesias Um Pequeno Pedaço de Vento Carlos Correa

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 21 até 25 de um total de 25.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
Orson Welles. - Rylian 4 Visitas

Páginas: Primeira Anterior