Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Meu Grito
Carlos Artur Paulon

MEU GRITO
                                        capaulon


Penso agora e pensei antes no trato feito
Por nós dois tratado, jurado, num acordo em comum.
Penso agora no acordo que se fez desfeito
Para viver uma paixão, como todas, por motivo algum.

Penso no camafeu que te fiz presente
Para que eu pudesse arrancar-te mais um sorriso
Porque a mim prometi ter-te e fazer-te sempre contente
Pisando firme, enquanto caminho a ti sem saber onde piso.

Pude então com muita calma acariciar teus pés
Procurando mais e melhor entender tua mente
Para escrever “te quero” no camafeu ao revés
Para em momento adiado dizer-te: “consente”.

Por isso querida te levei para mais distante cama
Pensando que assim agia em promessa cumprida,
Prevendo mais próximo nosso momento, mas sem drama
Pudesse eu tê-la inteira em hora de prazer vivida.

Tremi, confesso, com o teu toc-toc na porta
E me ri, confesso, daquelas ootecas benditas,
Já que o teu bendito nojo nossa promessa entorta
E assim vieste a mim em céleres passadas aflitas.

Estavas linda e úmida envolvida na azul toalha.
Eu mais do que feliz vibrava em pensar “vou tê-la”,
Imaginava seres tu minha chama ou minha mortalha,
Minha noite santa, minha tempestade ou minha estrela.

Estávamos sós, um e outro juntos e muito perto.
No meu quarto feito nosso perfeito templo à meia-luz.
E sentimos ambos, bem entendendo assim, decerto,
Chegado enfim aquele instante em que o amor seduz.



Para descobrir teu corpo fiz-me navegador
A tatear segredos em tua pele de macios caminhos,
Navegando em desconhecidos mares e com ardor
Buscar teus escondidos prazeres, buscando meus ninhos.

Quis teu corpo como um náufrago há de querer amigo amplexo,
Como há de querer em água doce saciar sua grande sede.
Então bebi teu gosto ao serenamente beijar teu sexo
E pelos mares do teu corpo quis estender minha rede.

Minhas palavras de desejo ecoavam no silêncio da tua voz,
Mas discursos de posse me soaram teus tímidos gemidos.
Pelo prazer não sabia quem era eu, nem tu, só sentia nós
Fundidos um no outro, já que estávamos um e outro unidos.

Providencial para seu galope servir eu por montaria
E estavas linda como amazona em rédeas firmes mantida.
E foi perfeita a forma de manter-me preso, senão levitaria
Antes de explodir por conta de tanta emoção contida.

Instrumentando nosso primeiro e eterno momento o meu grito,
Acompanhado em turbulenta sinfonia de tambores, sinos e banjos
Gritando um lindo “eu te amo” a ser ouvido no infinito.
E ao final, ao invés de aflito, dormi com os anjos.


Biografia:
Advogado, professor universitário, poeta, compositor. Livros publicados: Direito Alternativo do Trabalho. LTr Ed. São Paulo, 1984(direito);O Progresso da Ordem e o Direito Alternativo. Fabris Ed., Porto Alegre, 1986 (direito);Sindicalismo. Estudos Em Homenagem Ao Prof. José Martins Catharino. Coord. Arion Sayão Romita. Ed. Ltr. S. Paulo. 1986(direito); Chorei & Ri- Ed.2006 (poesia). VIII Antologia Nau Literária, Ed.komedi, Campinas, 2007 (poesia) CD gravado: Toca na Toca, 2007. Correspondencia em E-mail: paulonca@hotmail.com. SITE:http://www.paulon.recantodasletras.com.br Os textos aqui publicados são protegidos por Licença Creative Commons.Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao Autor Original (cite o nome do Autor e o Link para a obra original: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/paulon). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas..
Número de vezes que este texto foi lido: 33805


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Testamento Amoroso Carlos Artur Paulon
Poesias Bem-vinda Carlos Artur Paulon
Poesias Brasil Carlos Artur Paulon
Poesias Maria Neta Carlos Artur Paulon
Poesias Ida & Volta Carlos Artur Paulon
Poesias O Chutador de Panelas. Carlos Artur Paulon
Poesias Pérola Carlos Artur Paulon
Poesias Louvação pra Vinicius de Moraes Carlos Artur Paulon
Biografias Pra Mim, Fui Eu Carlos Artur Paulon
Humor ALÉM DO SOTAQUE Carlos Artur Paulon

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 50.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 51060 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 43529 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 43413 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 41533 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 41002 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 40831 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40819 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 40693 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 40451 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 40355 Visitas

Páginas: Próxima Última