Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ESCOLHAS
...
orivaldo grandizoli

Resumo:
...

Soube de alguém
que estava triste,
me contou quem,
de dedo em riste,
falou mal do amor,
disse que amava os espinhos,
que negava a flor...

Soube, por acaso,
que havia adotado a solidão,
a pusera na escola do fado
para aprender sobre a dor
de quem não canta em vão..

Soube, por saber,
que havia uma fresta no telhado,
que a lua espiava só para ver
se havia só um mal olhado,
ou se viver é só uma escolha,
como ao vinho impede a rolha...

Bati na porta,
um olho me viu, temeroso,
escutei os latidos da aorta
de quem esperava o gozoso
momento de não ser a morta
esperança esperando o abraço
do mais desnudo amor, imperioso...


Biografia:
Se a palavra vem da boca nasci quando a genealidade marcou touca e me pôs para cantar em voz rouca...
Número de vezes que este texto foi lido: 165


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O APANHADOR NO CAMPO DE ESTRELAS orivaldo grandizoli
Poesias OI orivaldo grandizoli
Poesias AMANHÃRRÃ orivaldo grandizoli
Poesias QUANDO EU VIM orivaldo grandizoli

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 2091 até 2094 de um total de 2094.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
PATINS COR-DE-ROSA - DIRCEU DETROZ 1 Visitas
Hora do almoço - paulo di jorge 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior