Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Isabela e seu ídolo
Carolina Cortez

Isabela e seu ídolo.

Ela vivia sonhando com ele, vivendo para ele,

ou melhor, vivendo dele,respirando ele,

transpirando ele... Em fim, só falava nele.

A obsessão era tanta que a garota resolveu montar o seu fã clube,

pois sabia tudo do ídolo.

O fã clube foi crescendo tanto, a tal ponto de adquirir notoriedade

e seu ídolo tomar conhecimento.

Um dia Isabela, a qual acompanhava o seu "deus" aonde quer que ele fosse,

ficou de prontidão em frente a sua casa.

O ícone saiu para uma caminhada quando a Bela o abordou.

Ele, gentilmente, a reconheceu como sendo a presidente de seu fã clube

e por vê la nos shows em que fazia por aí.

Isabela não acreditava que estava interagindo com o seu ídolo.

Ela sentia o seu perfume de longe, seu bom hálito mentolado,

via cada poro seu de sua face e cada detalhe seu que ela observava,

ficava mais encantada.

Percebendo a admiração da garota, seu ídolo a chamou para ser assessora dele.

A partir de então, de admiradora, a Bela passou a ficar cega pelo seu "deus".

Isabela era pontual em todos os shows.

Só tinha olhos para a beleza e a voz de seu ídolo.

Dentre tantos shows, eles se interagiam direto.

Numa turnê, estando todos no hotel, seu ídolo resolveu fazer uma surpresa para Isabela, pois reconhecia sua dedicação para com ele.

Resolveu, então, chamá la para um jantar em seu quarto.

Imagina! A Bela ficou toda bela! Não acreditava no que estava acontecendo!

Colocou a melhor roupa e foi toda feliz se encontrar com aquele que ela considerava "zeus".

Durante o jantar, tudo corria bem ,até que Isabela viu uma salsinha no meio dos dentes dele

enquanto ele falava.

Bom! Ela não disse nada, mas ficou um clima chato.

Mas, em fim, pensou " o que é uma salsinha diante deste "gigante"?!

E horas de prazeres se passavam até que, veio um leve arroto por parte dele.

Meu Deus, que climão!

Ela não sabia aonde enfiava a sua cara! Mas, o papo continuou rolando.

Como se não bastasse, seu ídolo deixou escapar um leve pum.

Isabela não sabia o que fazer. Resolveu fingir que nada tinha acontecido.

Pairou , então, um silêncio desconfortável entre os dois e os olhos de Isabela,

de diamantes, ficou totalmente opacos.

Foi aí que seu ídolo, passando mal, foi correndo para o banheiro e começou a vomitar

pedindo ajuda para a sua admiradora.

Bela, ah, Bela! Bela deixou de ser bela num piscar de olhos!

Saiu daquele quarto para nunca mais!

Disse para si mesma " não dá, é muito humano para mim!"


Biografia:
Sou Carolina e escrevo, pois isso faz bem para minha mente e alma. Tenho um blog , seu endereço é entendacomoquisercarolcortez.blogspot.com e mail:cmscortezmi@gmail.com abç
Número de vezes que este texto foi lido: 402


Outros títulos do mesmo autor

Contos Pegasus Carolina Cortez
Crônicas O amor Carolina Cortez
Crônicas E assim falou... Carolina Cortez
Contos Carnaval Carolina Cortez
Poesias Voo... Carolina Cortez
Contos Isabela e seu ídolo Carolina Cortez
Poesias O palhaço Carolina Cortez
Crônicas Ano de 2020! Carolina Cortez

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 41 até 48 de um total de 48.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
A VERDADE NOS SONHOS - Alexsandre Soares de Lima 2 Visitas
SERÁ QUE TEMOS ROTINA? - teresa armando elios da silva 2 Visitas
SÓ EXISTE O CARINHO DA ENTREGA - Alexsandre Soares de Lima 2 Visitas

Páginas: Primeira Anterior