Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Oitenta já é suficiente.
Bruno Santini Fernandes

Ele movia-se tão rápido, que o menino sentado naquele murinho branco, que tantas e tantas vezes serviu de trincheira contra os nazistas ou de escombros usados como escudo contra os 'fora-da-lei' e que agora servia de simples banco, tinha dificuldade em acompanhar seus movimentos. Ele era pequeno, e suas asas menores ainda. Mas poucas vezes aqueles olhos haviam visto algo se mexer tão depressa.

Quando seu pai saiu de dentro de casa, com aquela pipa na mão, falando alto e todo empolgado o menino prntamente disse:
-- Xiiiiiiiii, vai espantar a gaivotinha.

O pai olhou com amor pra criança que concentradíssima observava o pássaro e disse baixinho:
-- Filho, aquilo não é uma gaivota. Não é só porque estamos na praia que tudo é gaivota.

-- Não? ah, eu pensei que tooodos os passsarinhos que moram na praia se chamavam gaivota.

-- haha, não filho. As gaivotas são branquinhas, e esse é colorido e se chama Beija-flor.

O filho olhou mais admirado ainda pra ave pensando o porque de suas asas baterem tão ligeiro. Isso realmente o intrigou, e depois disse:
-- Pai, as flores tem alguma coisa que fazem a gente se mexer masi rápido?

-- Não filho, porque tu diz isso?

-- Porque o Beija-flor é o único passarinho que eu conheço que bate as asas tãoo ligeiro, e também é a única que beija as flôres. Não tem nada a ver?

Naquele momento o pai se orgulhou do raciocínio do filho e logo pensou: "Puxou a mãe."

-- Ah filho. Não sei se tem a ver... Mas se tu tá impressionado com a velocidade das asas, escuta essa: o coração do beija-flor bate mais ou menos umas 500 vezes por minuto. E isso quando ele tá dormindo, quando tá acordado pode bater até mais de 1200 vezes.

-- Hummm. O garoto ficou pensativo. - E o meu, bate quanto?

-- Mais ou menos 100 vezes.

-- E o da mamãe?

-- Ah, um poquinho menos, umas 80 vezes acho.

O menino abaixou a cabeça e a fazer contas com os dedos. Arregalou os olhos e disse pro pai:
--Nóssa! Então pai, ele ama muuuuuuuuuito mais que nós certo?

O pai olhou espantado pro filho e disse:
--Porque tu diz isso filho?

-- Assim ó, um dia quando tu tava saindo pro trabalho eu vi a mamãe dizendo que te amava. Daí eu perguntei pra mamãe o que era amar. Daí ela me pegou, colocou meu ouvido perto do coração dela e disse: "Amor, é o que faz a gente ser feliz mesmo sem ter muitos motivos, respirar fundo, acordar facero com a vida, rir das coisas bobas,se importar com as coisas pequenas. Tá ouvindo filho? Meu coração bate hoje, porque amo tu e o papai. Entende?"
Pra falar bem a verdade pai, não entendi nada, mas disse pra ela que entendi porque queria brincar. Mas se o coração nosso coração bate só 80 ou 100 vezes por minuto, então o beija-flor pode amar muuuuuuito mais né?

O pai boquiaberto ficou pensando consigo enquanto o menino olhava admirado pro beija-flor, pensando quem seria o amor do beija-flor.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28512


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Oitenta já é suficiente. Bruno Santini Fernandes


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
PARA SER FELIZ - Tércio Sthal 28724 Visitas
Uma pessoa inesquecivel - Jose Andrade de Souza 28724 Visitas
A letra bebe sangue - Wellington Melo 28724 Visitas
Lembranças nos memoriais de nossa vitória.... - jecer de souza brito 28724 Visitas
Recordações - Maria Eugênia Guimarães Rabelo 28724 Visitas
Ao cargo de ofício - BENEDITO JOSÉ CARDOSO 28724 Visitas
Da janela da nave - Michel Dantas 28723 Visitas
CÍRCULO - Ivan de Oliveira Melo 28723 Visitas
Perseverança ou teimosia - Patrícia 28723 Visitas
Estratégias para Derrotar o Mal – 2 Samuel 5 - Silvio Dutra 28723 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última