Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O poema que não fiz
Bhall Marcos

Poderia ter pedido
    pra pararem
      que eu confessaria
            ser poeta

Diria ainda que
   cada manhã que nasce
      me nasce uma rosa
            na face

Poderia ter pedido
    pra pararem
      que novamente
      confessaria ser poeta

E que só o meu amor
   era meu deus
      eu era seu profeta

Mas Leminski
       o fez
        antes de mim.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 29259


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Crime organizado Bhall Marcos
Poesias Estátua Bhall Marcos
Poesias Ela não veio Bhall Marcos
Artigos As duas faces Bhall Marcos
Poesias Da janela do ônibus Bhall Marcos
Poesias O poema que não fiz Bhall Marcos
Poesias RAP(volução) Bhall Marcos


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Nota de Repúdio ao Felipe Cereda - Caliel Alves dos Santos 0 Visitas
Discurso politicamente correto - Flora Fernweh 0 Visitas
Os desafios da divulgação cultural no contexto da pandemia - Flora Fernweh 0 Visitas
MINÚSCULO SER - Alexsandre Soares de Lima 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior