Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Ser poente
Anderson C. D. de Oliveira

O ser o seu horizonte,
Como o seu vertente,
E o seu ser conivente,
O coração se movente,
O coração se querente.
     
O ornado de se gente,
Vasta maestra massa,
Assomas de casa assa,
Assim o amor seus sem,
O amor de cada ser cem.


Biografia:
Olá, me chamo Anderson C. D. de Oliveira. Sou escritor há dezessete anos e vim aqui publicar textos bons e de alta qualidade. espero que apreciem meus trabalhos. Adotei o nome de Gumer Navarro. Obrigado por acessarem meus textos.
Número de vezes que este texto foi lido: 183


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Poente doente Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Reto Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Se expressar Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Ser ornas Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Doravante Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Ser ter Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Posso fazer Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Der por Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Poente doente Anderson C. D. de Oliveira
Poesias Der poente Anderson C. D. de Oliveira

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 2003.


escrita@komedi.com.br © 2022
 
  Textos mais lidos
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 56662 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 56291 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 56112 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 55009 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54946 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54887 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54556 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54350 Visitas
1 centavo - Roni Fernandes 54065 Visitas
Amores! - 53369 Visitas

Páginas: Próxima Última