Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
remotas lembranças de uma guerra que persiste
Nelina Campos

o que fazer com esse gosto na boca:
deponho aos teus pés
a tarde em frangalhos
finos estilhaços de um amanhecer

depois deito
cama fofa
não estou inteira ainda
e sigo como fugida da guerra
uma guerra que não
começa nem termina
faz tempo

e que gira ao redor
em intermináveis pausas
como se houvesse uma mensagem
a decodificar e uma sigla para entender
avanço


Biografia:
Escrevo porque preciso respirar. Endereço do blog: floressobreotumulo.wordpress.com
Número de vezes que este texto foi lido: 28726


Outros títulos do mesmo autor

Poesias rosas Nelina Campos
Poesias literatura feminina Nelina Campos
Poesias remotas lembranças de uma guerra que persiste Nelina Campos
Poesias NOITE I Nelina Campos
Poesias Outro esboço para Adriana Nelina Campos
Poesias Primeiro escombro de uma manhã Nelina Campos
Poesias sem título Nelina Campos
Poesias diálogo no escuro Nelina Campos
Poesias Sol Nelina Campos
Poesias flores Nelina Campos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 11.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 57838 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53092 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39360 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 34960 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 34185 Visitas
Amores! - 33419 Visitas
Desabafo - 33042 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 31818 Visitas
Faça alguém feliz - 31756 Visitas
Vivo com.. - 31460 Visitas

Páginas: Próxima Última