Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
PADRÕES
VANESSA CABRAL DA SILVA

Resumo:
Sobre as nossas opiniões á respeito do comportamento alheio...

Sobre beleza ou comportamento, sempre há o que ler ou ouvir. As pessoas emitem suas opiniões e achismos. Todos, consciente ou inconscientemente, fazemos isso. Não há como se abster. (Prova disso sou eu, também dando aqui minha opinião).

A verdade é que todos querem estabelecer regras e ideais. As vezes os próprios criadores, não vivem metade do que discursam, mas a ânsia de opinar é maior do que o esforço para ser alguém melhor.
Se fôssemos exemplo perfeito de algo, não necessitaríamos de remissão. E ao que me consta, o único perfeito que já existiu é o próprio CRISTO. Homem algum, pôde alcançar esse nível. E se pudermos em algum momento galgar algo que sugira bondade ou justiça, também vem dEle, não é nosso mérito. Não quero com isso, dizer que não precisamos ser imitadores dEle. Mas me refiro ao fato de que o padrão à seguir é do próprio, não nosso. Porque ao usarmos a justiça própria, nos colocamos como juízes. Somos totalmente repreensíveis, em nossa condição humana. Por isso, a importância de sermos justificados pelo único que é justo. (Mas isso é assunto para outra instância).
A questão é, quão medíocres são alguns pensamentos que acabamos verbalizando. Como é fácil se colocar como juiz dentro da imundície alheia. Como é fácil ser portador de críticas destrutivas. Como é fácil ser mensageiro da desgraça vizinha. Como é fácil se abster da empatia e não sentir a dor do outro. Como é fácil colocar os nossos gostos e escolhas em oposição a outros. Como é fácil definir o que é aceitável e o que não é, quando o "barulho" não vem da nossa casa. Como é fácil achar soluções, quando os problemas não são nossos. Como é fácil resolver a vida de todos, enquanto temos o nosso telhado de vidro.


Biografia:
A mente precisa ser diariamente exercitada, para que aconteça a dilatação necessária ao crescimento pessoal e interpessoal.
Número de vezes que este texto foi lido: 462


Outros títulos do mesmo autor

Poesias "Dia da Mulher" VANESSA CABRAL DA SILVA
Poesias INCONSTANCIA VANESSA CABRAL DA SILVA
Poesias SAUDADE VANESSA CABRAL DA SILVA
Poesias VAZIO VANESSA CABRAL DA SILVA
Discursos PADRÕES VANESSA CABRAL DA SILVA


Publicações de número 1 até 5 de um total de 5.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185511 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 163660 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 163564 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 130657 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 117731 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 80790 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 69819 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 64873 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 60319 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 55759 Visitas

Páginas: Próxima Última