Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Loucura orgastica
Xandrina

Eu dormi, dormi, dormi. Quando acordei parecia ter sido da morte, olhei pela janela e parecia que estava amanhecendo, ou anoitecendo, tanto faz, eu acordei, é isso que importa.
Caixa de emails vazia, nenhuma chamada no celular, na minha cama só três travesseiros enrolados em um cobertor com um boné na ponta fingindo ser o amor da minha vida, eu gosto de ter alguém deitado na minha cama, com as luzes apagadas algumas doses de vodka ao som de miss celie's blues olhando pra ele, "santa vodka", consigo ver ele olhando pra mim. -Calma Xandrina!!!Se controla!!!   
"DEUS"!!! Preciso transar, sério, é urgente, estou quase agarrando aqueles três travesseiros de boné que esta na minha cama. "Comprar um consolo?" E daí o que é que tem? Parece ser bem limpo e prazeroso, me daria bem mais prazer que certos homens. Acho que vou ligar pro meu terapeuta. Ou..."Ligar pra um profissional do sexo?" Pode ser uma saída, sem envolvimento amoroso, sem aquelas conversas intermináveis e desnecessárias, sem flores, sem velas, sem perfume, sem maquiagem, só sexo. Cadê o telefone do meu terapeuta!!! Isso parece que ta ficando sério, se eu beber mais uma dose vou chupar o pau do travesseiro. "Me masturbar enquanto assisto um vídeo pornô?" Discreto, limpo, rápido, seguro e o melhor de graça. Preciso de um banho frio.


É claro, acabou a vodka, o banho frio me deixou mais quente, o pau do travesseiro parece uma madeira apontada pra mim, e meu terapeuta não atende o telefone, pelo menos descobri que está anoitecendo, que lua linda, acho que vou dar uma volta, quem sabe algum lobo uive pra mim, eu preciso do cheiro da testosterona, é isso, não preciso de travesseiros de pau duro, nem de profissionais do sexo, nem de masturbação, nem de consôlo e nem de terapeuta, eu preciso de um homem me puxando pela cintura, consigo sentir o cheiro dele, e a voz dele sussurrando besteiras no meu ouvido, e o calor da respiração dele na minha nuca... Ó lua, por que você apareceu agora!!!! Foi você que trouxe esse filho da puta aqui, agora ele vai ficar respirando na minha nuca, agora vou me apaixonar por ele, como me apaixonei por todos os outros que me puxaram pela cintura e sussurraram besteiras no ouvido, ó lua, a culpa é sua, toda vez que você aparece assim toda linda eu me apaixono por alguém, eu não vou sair pra lugar nenhum, foda-se o cheiro da testosterona, eu não aguento mais esse cara respirando na minha nuca.


-Doutor é a Xandrina, você pode falar?
-São duas horas da manhã Xandrina. Você tem que ter um bom motivo pra ter me ligado há essa hora, pode falar.
-Daqui meia hora vai chegar um profissional do sexo e um motoboy com um consolo aqui em casa, tem um cara respirando na minha nuca e meu travesseiro está com uma naja dura apontada pra mim querendo me comer, e eu não vou conseguir me masturbar com todo esse caos dentro desse apartamento apertado, sem contar essa lua cheia que invadiu minha noite e fica me mandando esses caras que ao invés de me comer logo fica aqui falando besteiras no meu ouvido. Desculpa doutor é que minha vodka acabou e eu não tenho mais receitinhas azuis, e juro que já tomei banho frio.
-Daqui meia hora estou aí.

Ele é meu anjo, é o único que ainda não desistiu de mim, quando estou com o último dedinho segurando o beiral da ponte e quase não aguentando mais segurar, ele segura minha mão e me puxa pra cima de novo, acho que estou apaixonada por ele, ele é o único que me entende, o único que lê meus textos ridículos, acho que seria o único que compraria meu livro e só na frente dele eu tenho coragem de chorar.

Toc, Toc, Toc.
-Doutor, eu estou apaixonada por você.
-Eu já trouxe seus remédios Xandrina, você vai ficar bem agora.
-Doutor lê o que eu "escrevi aqui em cima", só na sua frente eu consigo chorar, essa é minha maior intimidade, na sua frente eu consigo tudo doutor, eu tenho certeza que estou apaixonada por você.
-Xandrina tudo que esta escrito "aqui em cima", é verdade sim. Mais eu sou seu terapeuta querida, te ouvir, te entender, te ajudar, faz parte do meu trabalho.
-Você acha que eu sou louca doutor? Você acha que eu fantasio as coisas?
-Claro que não, muito pelo contrário, inclusive você me deve 300 reais do profissional do sexo que eu paguei lá em baixo.
-Você dispensou ele? Ficou com ciúmes doutor?
-Você ta no meio de uma crise de ansiedade Xandrina. Você precisa tomar um remedinho e descansar um pouco.

Toc, Toc, Toc.
-Quem é?
-É o zelador!!!!
-Oi Gerard, o que manda!!!

Atentem no detalhe, eu estava nua quando abri a porta, completamente nua, meu terapeuta estava em pé no meio do meu pequeno ap, meu travesseiro ainda estava de pau duro na minha cama, aquele filho da puta ainda respirava na minha nuca e Gerard (Geraldo para os outros) parado na minha frente, com os olhos parecendo uma jabuticaba saltando pra fora da cara e tremendo a caixa que estava em suas mãos que parecia ser a minha encomenda.

-En-co-men-da-   pra se-nho-ra dona Xan-an-an...
-Drina Gerard , esqueceu meu nome?
-Não senhora dona Xandrina.
-Vai me dizer que nunca viu uma mulher nua Gerard. Sabe o que tem aí dentro dessa caixa?
-Não senhora.
-Um pênis de borracha. Bem grande. Com veias e tudo. Até saco ele tem. Se você ficar balançando ele quando treme, ele pode ficar exitado, acho melhor você parar.
-Eu preciso descer dona Xandrina, deixei a portaria sozinha.
-Obrigada Gerard. Acho melhor você não ficar imaginando o que vamos fazer aqui. Você pode ficar exitado.

Meu terapeuta me puxou pela cintura, pediu desculpas ao Gerard e me colocou na cama, esses comprimidinhos que ele me trás são ótimos, na minha cama só havia travesseiros, aquele cara já não estava mais baforando testosterona na minha nuca, eu já não queria mais beber, e meu sono era tão mais forte que eu...

-Boa noite Xandrina. Boa noite.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 28574


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Maquiagens e palavrões Xandrina
Humor Loucura orgastica Xandrina
Romance A beleza da dor Xandrina


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 40639 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 38707 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 30747 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 30520 Visitas
Amores! - 30058 Visitas
Desabafo - 29865 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29811 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29806 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29767 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29597 Visitas

Páginas: Próxima Última