Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Ciclo sines(anes)tésico
Flora Fernweh

Doce aroma camurça
que os jardins exalam
amaciando o ruído sujo
que amarga a cidade azul
perfumes fundidos em véus
esfarelam a solidez da lembrança
que trazem lúcidos na superfície
irradiante da magna luz dispersa
confundindo os gestos em papilas
não há um só corpo rígido
que não tombe ao som obtuso
da mente que ardente
revolve o sentir como solo apalpado
com mãos grossas de marcas solitárias
impressas na ferida profunda e inquieta
que avermelha em ecos secos a terra
e esverdeia o sal do mar sedento
pela terra, sua saudosa amante
penteada em brumas vivas de
doce aroma camurça
que os jardins exalam


Biografia:
Sobre minha pessoa, pouco sei, mas posso dizer que sou aquela que na vida anda só, que faz da escrita sua amante, que desvenda as veredas mais profundas do deserto que nela existe, que transborda suas paixões do modo mais feroz, que nunca está em lugar algum, mas que jamais deixará de ser um mistério a ser desvendado pelas ventanias. 
Número de vezes que este texto foi lido: 46759


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas DIA DE DOMINGO Flora Fernweh
Contos SÓTÃO TÃO SÓ Flora Fernweh
Poesias BREU Flora Fernweh
Crônicas AMOR E DOR: ESTA RIMA NÃO FUI EU QUEM CRIEI Flora Fernweh
Poesias NORDESTE D'AMOUR Flora Fernweh

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 241 até 245 de um total de 245.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
Somos Espelho. - Jonas B. Vasconcelos 6 Visitas
"QUEM NÃO DEVE, NÃO TEME." - Alexsandre Soares de Lima 3 Visitas
NO PARAÍSO, JUNTO COM O CRIADOR - Alexsandre Soares de Lima 3 Visitas
O Cerebro - Jonas B. Vasconcelos 2 Visitas
Minifestação - Rafael da Silva Claro 1 Visitas
Semente do Amanhã. - Jonas B. Vasconcelos 1 Visitas

Páginas: Primeira Anterior