Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Barco à Deriva
Bia Nahas

Vejo um barco parado
no meio do mar
como o meu eu desanimado
sem vontade de continuar.

É um barco sem motor,
sem bússola nem âncora
prestes a se inundar de dor
seja aonde for que corra.

Ele pode ir para qualquer lugar
pela força do vento que continuará
parado sem conseguir se deslocar
com o mesmo sentimento que o adoecerá.

O barco à deriva permanece
E num pesar cultural se enfraquece
aos olhos daqueles velozes
que passam por ele mais ferozes.

Os outros barcos o olham
e seu motor quebrado reprovam
dizendo que é um incompetente,
fraco e incapacitado vivente.

Eles veem a vida como uma empresa
por não entenderem a não lucrativa tristeza
do barco na azulada imensidão
do céu e do mar na depressão.

O barco sem empatia e autenticidade fica à deriva
se desconectando da interna e humana energia da vida,
que o faria escolher por si mesmo ligar o motor
e fazer as coisas sem obrigação e mais amor.

E assim está por aí nesse momento
o barco que parou no espaço e tempo
Até agora esperando ser tratado e encontrado
antes que seja tarde demais e esteja afogado.

Que a investigação em nós mesmos
comece pela nação e aqui dentro
para procurarmos pelos oceanos esse barco à deriva
E nos conectarmos com ele sem violência e mais empatia!


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 226


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Um Cara Na Portab Bia Nahas
Poesias No Tengo Más (espanhol, português e inglês) Bia Nahas
Poesias Ilusão Estúpida Bia Nahas
Poesias Doida por Você Bia Nahas
Poesias Verme Enfermo Bia Nahas
Poesias Uma Palavra Secreta Bia Nahas
Poesias Barco à Deriva Bia Nahas
Poesias Ao Som do Tango Bia Nahas
Poesias Quarto Escuro Bia Nahas
Poesias Invisível Fantasma Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 345.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69578 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55957 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 48916 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44686 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44325 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43943 Visitas
viramundo vai a frança - 43740 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 43368 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41970 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41585 Visitas

Páginas: Próxima Última