Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
EU TE CONTO VIDA MINHA
Alexsandre Soares de Lima



Até parece que é assim mesmo...
A gente se acostuma.
A euforia de encontrar alguém ideal
Parece que dá adeus,
Fica para o final...
Final da vida.
Eu lembro do início,
Logo quando me separei.
Não acreditei que a minha vida era viver só.
Só eu sei o quanto quebrei a cara
Iludido pelo desejo carnal
Qualquer pessoa​ para mim
Era a pessoa ideal.
Conhecia pessoas de almas mascaradas
E corpos exuberantes.
Mas tudo foi me cansando
Foi secando a poesia
Adormeci no tempo
E hoje eu lembro de como eu era.
Hoje minha vida é feita de águas plácidas
Olhos que lacrimejam a espera de viver um amor
Que minha alma parece que não acredita.
Eu imagino um amor tão bonito
De um rosto tão bonito que não sei descrever.
Na verdade eu nem lembro direito,
Mas é o rosto do meu amor que ficou no passado.
Ficou no passado?
Não ficou.
Ele está na razão da minha vida ter estagnado.
Meu primeiro amor!
Quero de volta em minha vida o doce perfume de viver o primeiro amor.
Quero abandonar a alma ressecada de decepções.
Não mais quero conversar com o vazio.
Quero voltar ao início e trilhar um novo caminho
Carinho do meu primeiro amor
Que me devolve a visão para o bem do amor.
Meu bem está distante
Mas espero que ela leia meu pensamento
Ela conhece meu ser
Decifra meu sentimento
Um pouco de mim ficou com ela
Ela não me esquece
E eu não esqueço dela
Depois de tantos anos.
O que eu te conto, vida minha
É que errei muito
Fui atropelando tudo
Usei dos artifícios dos jogos de sedução
Fui me perdendo
Perdendo...
Mas a perdição maior
Foi ter ignorado o pedido de reconciliação.
A sorte é que enquanto há vida
Há esperança.
Mas eu não dependo de sorte
Sorte é vida ou morte
Eu escolho a vida
A vida que eu vivia com meu primeiro amor.
A vida que eu quero de volta
Pois aprendi que não mereço mais sofrer.

( Autor: Poeta Alexsandre Soares de Lima)


Biografia:
Eu me chamo Alexsandre Soares de Lima, nasci em Meriti, no Rio de Janeiro no dia 22 de abril de 1976. Sou o poeta que fala da importância de viver na luz do amor. Sou autor de dois livros de poesias, o primeiro lançado em 1996 ( ENGRENAGEM) e o segundo lançado em 2005 ( COM O OLHAR FIXO NA ALMA ). Escrevo diariamente poesias na minha página do Facebook ( POETA ALEXSANDRE SOARES DE LIMA ), já publiquei em diversos jornais e revistas. Tenho canal no YouTube, se chama POEMAS DO OLHAR FIXO NA ALMA, em cada vídeo eu crio na hora poesias sobre amor, amizade, solidariedade e fé em Deus. Meu lema é VAMOS ESPALHAR O PERFUME DO AMOR E DA POESIA PELO MUNDO!
Número de vezes que este texto foi lido: 141


Outros títulos do mesmo autor

Poesias OS OLHOS DE DEUS Alexsandre Soares de Lima
Poesias BATALHADORA Alexsandre Soares de Lima
Poesias OLHAR DA VIDA SIMPLES Alexsandre Soares de Lima
Poesias CASAMOS Alexsandre Soares de Lima
Poesias O MEU AMIGO BRILHA Alexsandre Soares de Lima
Poesias O FRACASSO Alexsandre Soares de Lima
Poesias DE PARTIDA Alexsandre Soares de Lima
Poesias SALÃO AZUL Alexsandre Soares de Lima
Poesias O MEU NASCIMENTO Alexsandre Soares de Lima
Poesias SEJA SEMPRE LUZ Alexsandre Soares de Lima

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 1103.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 65701 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 54825 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43503 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43136 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42245 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40605 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39010 Visitas
Amores! - 37322 Visitas
Desabafo - 36694 Visitas
Faça alguém feliz - 35032 Visitas

Páginas: Próxima Última