Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Frivolidade
Futilidade
Gabriel Pereira do Amaral

Particularmente, não sei
O mundo rodeado de frivolidades
Desesperança com o próximo
Medo? Talvez...
Confiança? Já não sei mais...
Valores
Ética
Costumes
Caráter
Respeito
Tudo que acredito que devemos ter o mínimo para nos enquadrarmos na sociedade.
Eis, que estou descrente de tudo isso
Pauladas que a vida nos dá
Achamos que aprendemos
Nos sentimos as melhores pessoas, flutuantes na vida,nas nuvens
Sem os pés no chão
E novamente o tombo?
De quem menos se espera?
Clichê, sempre assim
Mas, o que fazer em meio ao mundo obscuro, rodeado de frivolidades
Já não sei mais
Apenas deixar a brisa do vento bater
Deixar que o destino comande nossas vidas
Como acreditar no próximo? Com pessoas tão fúteis ao nosso redor?
Perdi as esperanças para com o próximo
Sobrevivendo estou...
Vivendo, já não sei...
A vida nos mostra milhares de vezes, e mesmo assim somos cegos,cegos e envolvidos em uma ninharia.
A solução, já disse, apenas o destino dirá.
E quem comanda nossas vidas? Nós mesmos?
Nossos atos?
Ou somos apenas bonecos envolvidos na sociedade hipócrita, não sei.
Tirem suas conclusões.





Biografia:
AMARAL, G. P
Número de vezes que este texto foi lido: 28846


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Amante Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Saudade Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Coração Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Fofinho Gabriel Pereira do Amaral
Poesias O Príncipe e o Sapo. Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Tampa da Panela Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Epifania Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Frivolidade Gabriel Pereira do Amaral
Poesias Amor falído Gabriel Pereira do Amaral
Poesias DEVASSIDÃO Gabriel Pereira do Amaral


Publicações de número 1 até 10 de um total de 10.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Arcar - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 0 Visitas
Cura poética - Flora Fernweh 0 Visitas
Os desafios que habitam os centros urbanos - Flora Fernweh 0 Visitas
Os desafios da divulgação cultural no contexto da pandemia - Flora Fernweh 0 Visitas
Os desafios omitidos pelas películas - Flora Fernweh 0 Visitas
Discurso politicamente correto - Flora Fernweh 0 Visitas
Devaneio enamorado - Flora Fernweh 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior