Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
AMONTILADO
Ricardo Cunha Costa

AMONTILADO

O sol se põe na taça de xerez
Por respiro do espírito cativo:
D'um lado agradecia d'estar vivo;
D'outro, se aborrecesse ali talvez...

O olhar a se perder por sua vez
Tem a ver com andar tão emotivo,
Que se pega chorando sem motivo,
E culpa, suscetível, a embriaguez...

Ao ocaso lhe revele sua verdade
Adormecida há décadas na adega,
Para o gozo d'alguma mocidade.

Mas tenha sempre d'ele uma fé cega,
Visto do amontilado a qualidade
É dar exacto quanto a vida nega.

Betim – 10 04 2017


Biografia:
Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar.
Número de vezes que este texto foi lido: 142


Outros títulos do mesmo autor

Sonetos ANTICLÍMAX Ricardo Cunha Costa
Sonetos REBOSTEIO Ricardo Cunha Costa
Sonetos O NOME DAS CORES Ricardo Cunha Costa
Sonetos AMONTILADO Ricardo Cunha Costa
Sonetos ANTI-HORÁRIO Ricardo Cunha Costa
Sonetos ANAMNESE Ricardo Cunha Costa
Poesias O MONGE E A SERPENTE Ricardo Cunha Costa


Publicações de número 1 até 7 de um total de 7.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
Amei! Que droga! - Fabiano Vaz de Mello 207500 Visitas
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 181971 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 141542 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 141351 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 127632 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 66718 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 57984 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 56520 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 56320 Visitas
Entenda de uma vez por todas o Hino Nacional - Fabbio Cortez 56124 Visitas

Páginas: Próxima Última