Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
AMAR DEMAIS 21 NOVEL LIVRE 14 ANOS
DE PAULO FOG E IONE AZ
paulo azambuja

Resumo:
BOM

37





              Sandra mostra o sofá para Rosa que senta, olhando ao redor a decoração da casa.
   - Bem aconchegante a decoração de sua casa.
   - Olhe, acho melhor que me diga o por que veio até aqui e que conversa foi aquela antes que meu marido entre por aquela porta.
   - Ou, ele pode muito bem estar escondido a nos ouvir, nossa que risco impressionante.
   - O que quer?
   - Como já lhe disse, bem, sabe, ficou um lindo rapaz o bebê que você depositou em uma caçamba há quase 20 anos atrás.
   - O que diz, eu nunca fiz ou faria tão coisa.
   - Sandra, podemos agora retirar nossas máscaras, sabe, tenho meus pecados e não vim aqui para julga-la, afinal como ja lhe disse também tenho os meus.
   - O quê?
   - Também tive uma criança que me foi tirada mais por sorte da vida encontrei pessoas certas que me ajudaram e muito a resgata-lo.
   - Onde ele está?
   - Quem o meu filho ou o que era seu?
   - Vamos diga, se veio até aqui não foi para joguinhos.
   - Na verdade eu até gostaria de faze-los, mais vi aqui em minha frente uma mãe, uma verdadeira que por motivos que vão além da tal ciência teve que se desprender do rebento.
   - Onde ele está?
   - Ele é meu filho, o segundo, claro.
   - Como sabe que ele é meu?
   - Naquela noite eu estava em um carro com um alguém e vi toda a cena.
   - Impossível, não havia carros eu mesma conferi.
   - O medo e o desespero nos cegam, acredite, ja passei por isso também.
   - O que quer?
   - Eu, nada, mais seu filho, agora e sempre meu quer conhece-la.
   - O quê?
   - Ele vai fazer 20 anos o ano que vem.
   - Ele tem 19?
   - Sim, muito lindo e inteligente.
   - Meu Deus, por que agora?
   - Bem, isso tem gente que gosta de chamar de ação do destino eu prefiro denomina-lo de cobrança benigna.
   - Cobrança benigna?
   - Aqui esta meu telefone, pense no que eu lhe disse e depois me ligue.
   - Mais..........
   - Ah, conte ao seu esposo, acredite, se sentirá bem mais leve.
   Rosa levanta e pega sua bolsa, olha para Sandra ali totalmente em choque.
   - Eu..........
   - Fique tranquila iremos esperar o necessário, tchau.
   Sandra não responde somente cai no sofá, Rosa sai dali e no bar pede a Moi que vá ver sua esposa.
   - Por que, aconteceu algo?
   - Acho que D. Sandra vai precisar e muito do sr.
   Rosa sai do bar e ao passar por Enzo lhe dirige um sorriso e o agradece.
   - Muito obrigado caro jovem.
   - Nada senhora. O carro pára ali e ela entra neste.
   Pietra chega ali e vê o carro dobrar a esquina, Rosa no banco traseiro lhe acena e ela atende porém teta de todo lembrar de onde a conhece.
   Moi entra na sala e encontra Sandra ao choro.
   - O que foi mulher o que aquela mulher maluca te disse vai me diz amor?
   - Moi por favor, me perdoe, me perdoe. Ela o abraça ali e cai em choro fazendo Moi ficar sem ação ali.
   - Vai mulher me diz logo, ela te maltratou, se for isso eu corro atrás dela e dou uns bifas na cara dela, tô te dizendo?
   - Não amor, a vida só esta me cobrando o que é digno.
   - Digno?
   - Preciso lhe contar algo, mais eu não estou com forças para faze-lo.
   - O que foi?
   - Escute, bem, depois do que eu vou te falar, possivelmente você não irá querer me ver nunca mais e sabe, eu vou entender.
   - É tão grave assim?
   - Sim.
   Moi olha para ela de forma enigmática passa a mão na barba por crescer e alisa os cabelos.
   - Seja o que for, vai, pode dizer eu aguento, já passamos por tantas juntos que tem de ser algo muito ruim, pra lhe ser sincero, vai ser dificil algo me fazer perder você.
   - Moi.
   - Vai, relaxa e diz, eu estou aqui, sempre.
   Sandra o abraça.
   Rosa ali no carro abre a sua carteira e pega a foto com seus 2 filhos, lágrimas caem ali, nisso ao passar em frente a uma praça, na calçada, Adrian caminha de volta para sua casa, ele sente algo e olha para o lado, ela também faz o mesmo e os olhares se cruzam.
   O carro segue e Adrian ali parado.
   - O que essa mulher esta fazendo aqui?
   Ele continua seu caminho porém ele faz uma ligação de seu celular.
   - O que foi?
   - Então a senhora sombria fazia parte das surpresas que você me disse?
   - Adrian, sabia que ia me ligar, então ela ja esteve com você?
   - Comigo?
   - Ah, desculpe acho que ela tem assuntos mais importantes com o restante de sua família primeiro.
   - O que, vocês são loucos, nem ousem causar algum mau a eles.
   - E você, vai fazer o quê, afinal é só um pau mandando da organização, você não vale e nem nunca valeu pra gente.
   - Você sabia de tudo isso, com certeza?
   - Vou lhe ser sincera, mesmo que não mereça, fiquei tão surpresa quanto você está agora, para mim achei que só o chefinho estaria aqui.
   - Ele está aqui?
   - A família inteira está, queridinho.
   - Não pode ser, Mônica, o que vai acontecer?
   - Já isso, pergunte a ela, com certeza vocês terão um encontro.
   28012019..........................


Biografia:
gosto de escrever
Número de vezes que este texto foi lido: 27887


Outros títulos do mesmo autor

Poesias SENTIMENTOS paulo azambuja
Poesias MEDO paulo azambuja
Crônicas SUZANO SP E A TRAGÉDIA paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 3 LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Poesias ESSES PARAISOS paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO 2 NOVEL LIVRE 12 ANOS paulo azambuja
Contos ESTRADA DE AÇO paulo azambuja
Crônicas SEMPRE VENEZUELA paulo azambuja
Poesias NESTE BAR paulo azambuja
Poesias LOUCO SOFRIMENTO paulo azambuja

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 141.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 29832 Visitas
Amores! - 28222 Visitas
Desabafo - 28205 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 28117 Visitas
Faça alguém feliz - 28069 Visitas
PSICOLOGIA E DIREITO - Francisco carlos de aguiar neto 28063 Visitas
aliens - alfredo jose dias 28044 Visitas
Vivo com.. - 28017 Visitas
christine - alfredo jose dias 28016 Visitas
Vocabulario nipo-brasileiro (UDONGE) - udonge 28007 Visitas

Páginas: Próxima Última