Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Soneto da morte
Srta. Alice

Houve um momento em que meu coração estava
em pedaços e senti-me perdida.
Embriaguei-me de ti e minhas pupilas dilataram lentamente,
Tão suave quanto as curvas de teu sorriso.
Puxei o gatilho contra minha própria cabeça e,
assim como uma bala perdida, você se alojou
em meu córtex frontal e liberou toda minha oxitocina.
E por fim, assim como uma chuva sorrateira de verão,
você tomou conta de toda minh'alma e aqueles olhos
castanhos me guiaram pra fora da escuridão.
Sem temer, tomei mais uma dose — aquela que outrora me embriagara —
e tive uma overdose de ti.
Sem perceber, eu já estava a mercê de um sentimento tão singular e suicida
que não tardou em matar-me de amores.


Este texto é administrado por: Daniele Alice
Número de vezes que este texto foi lido: 27320


Outros títulos do mesmo autor

Romance Soneto da morte Srta. Alice


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 30863 Visitas
Amores! - 28231 Visitas
Desabafo - 28088 Visitas
Vivo com.. - 27768 Visitas
Sonho de afeto - Dilcimar Ribeiro Fonsêca 27729 Visitas
Faça alguém feliz - 27709 Visitas
MENINA - 27687 Visitas
viramundo vai a frança - 27666 Visitas
camaro amarelo - 27666 Visitas
sei quem sou? - 27653 Visitas

Páginas: Próxima Última