Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Será que você sente também?
A.M.U

Resumo:
Dias, meses... Uma história oculta, perdida nas entrelinhas de cartas feitas em um diário. Um amor platônico, proibido, doloroso, duvidoso.


Naquele momento seu nome fazia parte de lembranças passadas, jamais pensei que ele estaria presente no futuro...confesso que até me incomodava olhar e lembrar do que estava no fundo do baú. Mas um dia eu veria seu rosto e, seu nome voltaria a ser seu. O tempo passou e eu não mais te vi, porém você não tinha importância era somente mais um em meio a multidão e ao caos, até que...
Eu já não permanecia em meu casulo e não sei que tipo de metamorfose aconteceu e as borboletas começaram a voar, aquele friozinho que dá manifestou-se quando você passou por mim. Porque? não fez sentido algum, então não liguei pro que eu senti. No entanto, iria novamente acontecer...

Terça, 14 de fevereiro

Como fazer? No que pensar?
Como não te amar?
Impossível! Impossível te querer
Impossível ter você.
Amor platônico? Talvez.
Suportar a tristeza e a angústia
De te querer e não te ter
Te buscar e não ter seu olhar
Que seja assim, que permaneça assim
Impossível não te querer
Impossível ter você.

E aconteceu que já não conseguia controlar meu nervosismo quando estava ao seu lado. Você nem me notava e eu não acreditava no que estava me acontecendo. Como eu poderia pensar em alguém que eu não conhecia?
Naquele dia você estava em um outro lugar e eu tinha um pretexto pra ir lá, deixei meu nervosismo de lado, afinal precisava fazer meu trabalho. Bati na porta, minhas mãos tremiam e estavam geladas. A sala era pequena e você me olhou nos olhos, depois daquele momento te vi novamente e estranhamente seu olhar se fixava em mim. Julguei errado? Você não lembra.

Segunda, 20 de fevereiro

Palpitações estranhas, uma sensação de dor
Pensamentos que vem e vão,
Pensamentos que dão emoção
Será isso mesmo?
E agora o que fazer?
Já tenho a resposta!
Nada posso, nada devo fazer
Agir normalmente, longe de você.

Dias depois eu não conseguia me conter e você me flagrava olhando pra você. Acho que você percebeu e foi a partir daí que as coisas aqui dentro começaram a tornar-se um pouco complicadas.

Quarta, 22 de fevereiro

Hoje um novo olhar
Hoje aquela dor
Hoje meu tremor
Hoje o latir do coração
Hoje senti vontade
Vontade se ser outro alguém
Vontade de falar, de gritar!
Vontade de esquecer
Esquecer você.

Porque você tinha que ser tão gentil? Você me confundia, você me alegrava, você me entristecia, você me fazia chorar, você me fazia vibrar... cada toque, cada olhar.
Eu me despedia de você todos os dias, por que sabia que as circunstâncias que acompanhava nossas vidas eram inviáveis e apesar de tudo continuava te amando, continuava esperando encontros em meio ao caos.


sábado, 25 de fevereiro

O tempo passa, vem a chuva e a tempestade. Vendaval de sonhos, vendaval de ilusões. Vendaval de paixão, minha paixão, minha tristeza.
A distância de você me faz sofrer
Estar perto de você me faz querer
Querer teu abraço...
Somente teu abraço já seria um alento, acalmaria o meu tormento.
Me vejo perdida, caída, arrasada por te querer
Limitada por minhas escolhas, limitada por sua vida.
Tudo que posso fazer é te olhar, admirar seu sorriso, sua seriedade, seu comportamento, sua generosidade. Esperar um olhar, um encontro, um sorriso... buscar atalhos para ter qualquer contato.
Essa é minha vida, essa é minha angústia, maior a cada dia.
Estou enlouquecendo! Demência?!
Isso precisa acabar! Essa estória que fantasio jamais será real. Minha história é de melancolia. Minha história...Minha vida.

terça, 28 de fevereiro

Meu estado de euforia e ansiedade se perdem em você.
Nos seus olhos, seu sorriso, seu jeito de ser
Minha busca, frustrada, causa-me dor.
Te amo, não consigo evitar.
Mentir pra mim mesma não é opção.
Me incomoda estar perto e não estar.
Me incomoda não poder te olhar.
Sinto medo, vergonha do que sinto.
Um dia me cansarei e então te olhar, isso não será mais um prazer e não vai me comprometer.


sexta, 10 de março

De noite me pego repassando todos os seus passos... é, estou pensando em você. Cada olhar, cada gesto... tentando especular o que eles falam sobre mim. Por um momento meu julgamento apaixonado, não me deixa ver a realidade e então me iludo pensando por um instante que o seu olhar foi especial. Penso que também me olhas as escondidas. Doce mentira que me conto.
Queria que o mundo parasse no seu olhar.
Acho que estás confuso, por favor, não me culpes, não sei como agir. Me sinto mal por não conseguir agir normalmente. Por favor não me julgues, não sei como agir. Notei seu cuidado ao me cumprimentar, me olhou, me estudou e só então me dirigiu a palavra. Gostaria de saber o que dizem seus olhos... jamais terás certeza do que dizem os meus.


sábado, 11 de março

Você não sabe que olho seu retrato.
Não sabe que te observo quando não está olhando.
Não sabe que te admiro, não sabe que te amo.
Não sabe que a distância dói.
Não sabe que circunstância incomoda.
Não sabe que quando respondo tudo bem queria estar te abraçando.
Não sabe que o teu toque mudou meu dia. E que a vida seria mais colorida se fosse com você.
Como posso sentir falta de algo que nunca tive? Não sei, só sei que não aguento mais do mesmo.
Se eu pudesse, se você pudesse...
Queria que pudéssemos.

terça, 14 de março

Como queria estar com você agora, acariciar seu rosto, olhar nos seus olhos, me deixar ficar no seu abraço. Fechar meus olhos e esquecer o mundo, me concentrar em você e no quanto é bom ter teus braços ao redor do meu corpo. Encostar minha cabeça no teu ombro enquanto ouço a sua voz falando baixinho ao meu ouvido. Rir a toa, falar bobagens, trocar histórias, andar na rua, assistir a um filme e não prestar atenção, rir de novo e pensar que o mundo é só nosso e que você faz parte do meu mundo, meu mundo feliz...mas hoje tive um pouco da realidade, queria ter o teu olhar e não tive. Tentei não buscá-lo, impossível! Eu te procuro a todo instante. Como me dói saber que jamais será, que amanhã levantarei e minha vida será a mesma, sem você. Queria muito te esquecer, mas te esquecer não consigo.

sábado, 18 de março

Estou querendo me esvaziar de você. É hora de enfrentar a realidade e finalmente entender que não pode ser, que você é feliz e eu jamais tiraria isso de você. Dói muito! Posso dizer que não aguento mais. No entanto, já senti isso e sei que vou aguentar. Mas, minha vontade continua sendo a mesma. Te quero! Mas agora declaro aqui: Adeus.
Hoje mais uma vez olhei suas fotos, olhei aquelas que mais poderiam me causar tristeza, só pra ter a certeza de que jamais poderemos ser um, jamais poderíamos ficar juntos. E agora essa angústia que sinto me invade. Estou triste, estou perdida, estou sem você. Adeus paixão, leva com você o meu coração, seja feliz com seu amor. Fico feliz por você.

sábado, 18 de março

Estou mal, quero ver você. Mas do que adiantaria? Somente me traria uma alegria passageira, que como hoje se tornaria em tristeza. Gostaria de sumir, não sentir... Queria mesmo, queria muito que o destino nos unisse, sem brigas, sem dores, sem mágoas. Não! Mais uma vez digo: não! Por favor coração, não se iluda, pare de bater por quem bates. Pare de enganar a mim fazendo-me fantasiar com o futuro, fazendo-me crer que seria possível. Por favor pare de me torturar, pare de amar.


Um dia seus olhos não mais me olharam, você fingiu que eu não estava lá...

quinta, 23 de março

Ontem te notei estranho, tentei não me sentir triste, me esforcei e consegui. Consegui superar a tristeza de não ter o teu sorriso o teu olhar. Não sei o que houve, te vi pensativo e até pensei que estavas me evitando. Bobagem a minha, seu mundo não gira ao meu redor. Estás longe de mim e eu longe do seu coração.
Hoje não te vi, e mais uma vez sinto falta. Essa angústia que sinto, esse sofrimento parece não ter fim. Essa dúvida que se instala em mim é cruel. Penso no quanto gosto de você. Repasso tudo o que já vivi enquanto levo essa paixão e tento me convencer que você não vale a pena. Tolo é o meu coração que bate mais forte a cada pensamento em que você está. Tolo é o meu coração que se engana com cada olhar que dás em minha direção. Tolo é o meu coração que esquece que você não o quer junto ao seu.
Amanhã. Quem sabe amanhã eu te veja. Quem sabe mais uma vez me olhes nos olhos, ou quem sabe me ignores. Ai estarei triste mas certa de que estás me evitando. Ai então mais uma vez te darei adeus.

Mas por muitos dias não te veria, pensei que isso me faria bem, mas a distância era dor e a possibilidade de te encontrar novamente era certa e eu não sabia como seria...

quarta, 29 de março

Sua foto não olharei mais... preciso disciplinar-me para não fazê-lo. Melhor do que não sentir o que sinto, seria ter você ao meu lado sorrindo. Esses dias serão uma eternidade.
Quanto mais o tempo passa mais me convenço de que nunca estarás ao meu lado.
E esse incômodo que sinto me faz querer correr pra ver se te encontro. Minha circunstância é terrível! É você que eu quero, é você que jamais terei.

Quinta, 30 de março

Queria só um minuto pra esquecer que eu só quero um minuto com você". Assim diz a canção e isso era tudo o que eu queria nesse momento, somente um minuto, somente um olhar, te ver de longe já seria uma alegria. Mas as coisas estão acontecendo como deveriam acontecer. Eu finjo que te esqueço e você finge que não me vê, mas, como será quando eu te ver de novo? O que farei? Como irei agir ou reagir? Estou com medo...

Mas o destino cuidou de ajudar e nesse momento vi seu sorriso de novo. No entanto mais um vez fingi, séria eu estava, séria permaneci.

terça, 4 de abril

Fingir que não sinto, fingir que não te vejo, fingir que não te quero...
Minha vida se limita a fingir.
Fingir que está tudo bem.

quinta, 6 de abril

Eu gostaria de chorar por você, só pra aliviar a dor de não te ter. Todos os momentos do meu dia são pensando em ti. Eres mi último pensamiento y lo primero que recuerdo a cada mañana. Me gustaria olvidar-lo, pero aun no puedo. Quem sabe um dia eu possa, mas hoje tenho que lidar com a distância, tenho que fingir, não posso magoar quem me ama. Mas a cada dia que passa magoo a mim. É como se houvesse alguma coisa que me liga a você. Imaginação minha. O que poderia ser? Só sei que sinto que te amo, sem nem mesmo te conhecer. Sei que é exagero, mas é o que sinto. Estou sendo egoísta, eu sei, mas teu amor é o que quero.

Te encontrei novamente e seu sorriso parecia querer encontrar o meu.

Sexta, 07 de abril

Pude passar meu dia feliz. Aquele encontro é o que esperava, te ver te frente sem poder desviar-me de ti, não consigo esquecer-me do teu olhar...as vezes gosto de imaginar que me queres também, mas que não podes revelar-se. Ainda não sei porque você me tratou daquela forma a alguns dias...

Quarta, 12 de abril

O que eu quero não posso querer...
Preciso fazer o que não quero, fazer o certo.
Só de estar perto eu me sinto bem. Só de ver teu sorriso meu coração sorri também. Mas isso está se tornando um tormento te olhar e só te olhar. Mesmo quando falas comigo, sinto o tormento de querer mais. E eu sei que pra você tanto faz. É somente seu jeito de ser, amável, humilde, carinhoso. Eu não sou especial pra você. Fantasio demais... adoraria ler sua mente. Adoraria descobrir o mistério que é você.

sexta, 14 de abril

Após três meses da minha insanidade, o que mudou? Nada mudou... E tudo mudou... minha vida mudou, você mudou e eu gostaria que continuasse a mudar. Hoje o que sinto é saudade, saudade constante pois não posso sana-la. Saudade do que nunca pude e nunca poderei ter. Você. Essa falsa esperança segue comigo. Essa parte de mim que chamam de coração está cheio de ti. Quando não te vejo sinto falta, quando te vejo sinto ainda mais falta. O que você fez comigo? O que eu fiz pra sentir o que sinto.


Segunda, 17 de abril

Dentre todas as canções procuro aquela que expresse esse momento, essa dor, essa falta. Entre as linhas da minha vida você está. Nas noites mais escuras, minha tristeza. Nos dias de sol a angústia que me congela. E em cada gota de chuva uma lágrima, dizendo: Vá, e me dê a paz. Traga de volta meu coração, mas antes derrame nele o bálsamo. Arranque de mim essa dor. Só você pode. E quando chegar o fim estarei pronta e a chuva cessará, a primavera finalmente se fará presente.

Quarta, 26 de abril

Hoje a angústia toma conta de mim, quero me distrair esquecer você. Mas você está em todos os lugares em meus pensamentos. Não me sinto feliz, mas ainda consigo sorrir. Ainda consigo fingir. Tudo o que eu quero é ficar perto de você. Não compreendo porque sinto o que sinto.


Dias depois um minuto com você...

Que mistura louca dentro de mim! Aqueles momentos não falavam de você e eu, mas eram meus minutos com você. Uma ingênua pergunta? Ou um pretexto? Não quero tornar isso uma ilusão, afinal amanhã já não estarei tão perto. Sentirei falta do som da sua voz calma, arrastada... adoraria ouvi-la falando meu nome


Não sei o porquê, dias depois um beijo em meu rosto e partir daí mais dúvidas.

terça, 09 de maio

Parece que nunca terei certezas sobre você.
Quem é você de verdade?um desconhecido, minha paixão escondida, talvez meu pseudo amor? Porque você me trata assim? Estaria você preparando o caminho para possibilidades que com certeza causariam sofrimentos, causariam dor...talvez mais do que já causam agora? O que você está fazendo na minha vida pode me trazer arrependimentos incalculáveis, e você nem sabe disso. Queria muito saber o que o futuro reserva a mim...


Me perguntava o que tinha sido aquilo, tímido, porém ousado. E mais vezes eu poderia esperar por aqueles encontros, as vezes no mesmo local, parecia combinado, talvez fosse.

Quarta, 24 de maio

Cansei de falar da minha saudade. Porque falar da minha saudade seria falar de mim mesma o tempo todo. Pois ela é constante em mim. Ontem tive o dia perfeito. Te encontrei no corredor, " no lugar de sempre" "pra não perder o costume", e mais uma vez você me cumprimentou com um beijo no rosto. Meu dia foi perfeito. No entanto hoje...hoje foi bom te ver. Te olhar de longe pra mim é o suficiente, jamais poderia ir adiante. Sim Sr. E, as vezes me sinto mal por sentir o que sinto. Me sinto mal simplesmente por sentir! Me sinto mal por querer mais de você, me sinto mal por querer teu abraço... por enquanto não anseio por teus beijos e penso que é bom que eu não tenha teu abraço pois seria um passo pra querer provar teu beijo, teu carinho... a dor de não te ter e o remorso de te querer são sufocantes, existe alguém que te ama, existe alguém que me ama. Não quero dizer aqui que te amo, pois tenho medo e no amor não há medo. Sei que não lerás essas palavras, sei que talvez um dia eu releia tudo isso e já não sinta mais nada. Mas o que eu gostaria mesmo era de estar ao seu lado lendo tudo isso e pensando que de fato era ao seu lado que eu queria estar. Gostaria que tudo fosse simples. É realmente cruel não ter teu olhar.


E foram dias e dias até que um dia, um abraço, mais uma vez, gesto tímido porém ousado e, dessa vez eu só queria que houvesse outra vez, até que em um ato de automático pude sentir seu corpo próximo ao meu. E ainda guardo esse momento, um efêmero e inesquecível momento que está somente em meu âmago e ainda posso sentir... Eu quis novamente, mas...


sexta, 09 de junho

Mas uma vez tive que fingir. Tudo bem, você não está aqui. Queria tanto o seu abraço. Amanhã eu vou mudar. Vou ficar longe de você. Nossa! Como foi difícil pra mim o dia de hoje. Te encontrar no lugar e na hora errada me faz triste o resto do dia. Eu quero o teu toque, eu quero o teu abraço, eu te amo! Eu sei, não sou ninguém pra você, mas queria ser. Não acredito que algumas de suas atitudes por mais suspeitas que tenham sido, sejam por você me enxergar, não acredito que você possa sentir alguma coisa. Eu sei seu coração não bate mais forte, eu sei seu coração não bate no mesmo ritmo que bate o meu. Eu te amo Sr E.F.


Dias se passaram e essa vontade permaneceu em mim... Era uma vez em setembro, acho que nesse mês coisas memoráveis acontecem e aquele dia...
se escondeu por trás das sombras de dias futuros.


Segunda, 18 de setembro

Depois de muito tempo sem deixar registros sobre o que sinto e sobre você. Hoje precisei parar pra lembrar, parar pra escrever, parar pra manter em mim tudo o que senti e o que você me fez sentir. Hoje você exagerou, me fez subir até mais perto das nuvens, mas também me fez lembrar que elas não são feitas de algodão doce. Seus olhos, suas palavras, sua jogada... seu jeito e essa mania que você tem de me enlouquecer. Ainda vou sofrer e temo por esse dia. Você não sabe de nada e quando souber seu estrago em mim já terá sido feito. Se soubesses deixaria de lado essa mania que você tem de me enlouquecer, de me querer, inflamar a cada toque seu.


Continua...


Este texto é administrado por: Adjane Maia Uchôa
Número de vezes que este texto foi lido: 122


Outros títulos do mesmo autor

Romance Será que você sente também? A.M.U


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184109 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157353 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157134 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129471 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 75576 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 69874 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68767 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 61787 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 58696 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54521 Visitas

Páginas: Próxima Última