Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
RESENHA CRÍTICA
“GÊNEROS DISCURSIVOS: UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA PARA O ENSINO DE LEITURA E ESCRITA NA EJA”
Tamires Elaine Barbosa Reis

Resumo:
Trabalho elaborado para a disciplina de Língua Portuguesa na Educação 2 do curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)

ARRUDA, Soeli Aparecida Rossi; PETRONI, Maria Rosa. Gêneros Discursivos: uma reflexão necessária para o ensino de leitura e escrita na EJA. Caxias do Sul: Simpósio Internacional de Estudos de Gêneros Textuais, 2009.

O artigo “Gêneros Discursivos: Uma reflexão necessária para o ensino de leitura e escrita na EJA” (ARRUDA; PETRONI, 2009) oferece contribuições para o processo de ensino aprendizagem da leitura e escrita na modalidade EJA. Em diálogo com Bakhtin, Vygotsky e Schenewly e Dolz, ressalta que o ensino da Língua Portuguesa na Educação de Jovens e Adultos requer práticas pedagógicas fundamentadas nos gêneros discursivos, ou seja, em situações reais de comunicação.
As autoras destacam a diferença entre gênero e tipologia, já que as aulas de Língua materna nas turmas de EJA privilegiavam a tipologia até as mudanças ocorridas nos Parâmetros curriculares nacionais nos anos 90. Estas mudanças passaram a centrar o ensino da língua nos gêneros discursivos. Entende-se, assim, que os textos produzidos, orais ou escritos, apresentam características relevantes, pois ocorrem quando estamos em interação e escolhemos o gênero adequado para a conversa. O locutor constitui-se, portanto, como o sujeito que tem o poder de dizer. O trabalho com os gêneros discursivos possibilita o uso da linguagem extraescolar, que, por sua vez, está associado a um ensino da leitura e escrita mais reflexivo, pois a valorização da interação verbal é significativa nesse processo. A partir da diferenciação encontrada em Bakhtin sobre gêneros do discurso primários e secundários, o artigo mostra que a mescla entre oralidade e escrita é comum ao caráter inacabado da língua e ao dialogismo das situações comunicativas. Dessa forma, o artigo conclui que o ensino da língua através de vários textos, sejam escritos ou orais, ajudam a desenvolver o gosto pela leitura e a superação de eventuais dificuldades na leitura e na escrita.
O professor, por ser um mediador, precisa investigar as necessidades de aprendizagem dos educandos e organizar práticas de ensino que valorizem os gêneros discursivos. Dentro da proposta de aplicação dos diversos gêneros discursivos em sala de aula, um exemplo de gênero que pode ser explorado na modalidade EJA é o jornalístico. Por relacionar informação e opinião, o gênero jornalístico (ROJO, 2005) traz contribuições tais como o aumento da competência linguística-discursiva, interação com os demais na produção dos trabalhos possibilitando a comunicação verbal, além serem textos que fazem parte da vida cotidiana dos alunos.


Biografia:
Tamires Reis
Número de vezes que este texto foi lido: 28472


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas RESENHA CRÍTICA Tamires Elaine Barbosa Reis
Resenhas RESENHA CRÍTICA Tamires Elaine Barbosa Reis


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
haicai - rodrigo ribeiro 29803 Visitas
The crow - The Wiki World - The Crow 29737 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 29047 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28859 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28842 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28841 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28839 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28835 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28834 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 28833 Visitas

Páginas: Próxima Última