Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
METALINGUAGEM PESSIMISTA
Matheus Moreira Morigoni

Resumo:
Relapsos de um artista insatisfeito.

Metalinguagem é um código que se refere ao próprio código. Meu código é a escrita, então, falarei de escrita. Na verdade, não. Acredito que seja melhor falar de você, de mim, e de nós.

Tem feito o que deveria fazer? Você tem estudado? Os desenhos? As comissões? Conseguindo cuidar mais da saúde? Conseguiu parar de fumar? Tem bebido menos?

Você já se decidiu? Quer viver da sua arte? Você quer, né. Eu sei que quer. Confia suficientemente nela? É... Eu sei. Talvez seja melhor fazer faculdade mesmo. Você já se decidiu?

Talvez você devesse parar de pensar assim. Nem arte. Nem ofício. Apenas... Viva. Seu povo escravizou tantos outros, que agora, escraviza a si próprio.

Mas tem gente contando contigo, não tem? É... Eu sei, eu sei. Todos aqueles que se esforçaram por você, pra você, ou com você. Você não pode decepciona-los, não é?

Talvez egoísmo não seja ruim nesses casos, talvez. Você sabe que nem todo mundo divide esses pensamentos, por que ainda tentar? Você depende de certa dó para ser levado a sério. Você sabe tanto disso, que já passou até a manipular tamanha pena ao seu favor. Esperto, mas insuficiente.

Você poderia parar por aqui. As pessoas se machucariam mas... Seria mais fácil. Você não pediu pra estar aqui afinal de contas.

Mas e se as pessoas de fé estiverem certas, e o inferno realmente esperar por aqueles que cometem tamanha violência contra o eu? Ou pior, e se Kardec estiver certo e você estiver fadado a voltar, voltar, e voltar, até não ser mais falho.

É possível não ser falho?

É tudo muito complicado, não? Você devia parar definitivamente. Acenda um cigarro, tome um copo de coca-cola, e jogue uma partida de League of Legends. Você não é especial. Assista uma live no Instagram. Você não é especial. Durma a tarde inteira, e quando não conseguir mais, esfaqueie a si mesmo na cozinha. Você não é especial. Beba e perca os juízos, fume um baseado e dê algumas risadas. Você não é especial.

Aceite a mediocridade por trás da vida e pare de esperar por um futuro romântico. Você está apenas se devorando, caro artista. Desça do palco, saia do teatro, sinta a realidade como ela é. Quebre as correntes da realização, e aprenda a sorrir sem os aplausos.


Biografia:
Matheus Morigoni tem 18 anos, recém formou-se no Ensino Médio e como todo bom paulista não coloca uva-passa no cachorro-quente. Atualmente administra a página Mata Ego no Facebook (https://www.facebook.com/olhosencharcados/), onde busca construir um ambiente propício para todos os praticantes dos mais diversos suportes artísticos, ao mesmo tempo que divulga seu trabalho. Transpira poesia ainda que autor de prosas e quando não escrevendo, leva uma vida comum de adolescente da Geração Z.
Número de vezes que este texto foi lido: 243


Outros títulos do mesmo autor

Contos O SOL, O BALÃO, E A LUA Matheus Moreira Morigoni
Ensaios METALINGUAGEM PESSIMISTA Matheus Moreira Morigoni
Contos A Descendência dos Cachorros Matheus Moreira Morigoni


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66157 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55126 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43690 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43304 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42909 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40833 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39632 Visitas
Amores! - 38117 Visitas
Desabafo - 37370 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 36349 Visitas

Páginas: Próxima Última