Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Silêncio, por favor!
Rafael Martins de Oliveira

“O silêncio está cantando uma oração de amor e paz”. Assim Pe. Zezinho já cantava em 1973. Uma letra lindíssima, que expressa o apreço do autor pelo silêncio. Silêncio, esse bem tão precioso e tão escasso hoje em dia. Num mundo dominado pelo ruído, a quietude é uma coisa ultrapassada. É uma videolocadora num mundo de streaming.
Da hora que acordamos a hora que vamos para a cama, nunca estamos livres do barulho. Sem tempo para parar, sem tempo para refletir, sem tempo para ficar quieto. Não nos permitimos ficar em silêncio em hipótese alguma. Tem quem escute música até no chuveiro!
Desde a infância aprendi com meu avô – um especialista no assunto – a importância da quietude. Todo santo dia ele acorda as 4:00 da manhã pra rezar o rosário. Isso tem a ver com religião, mas tem principalmente a ver com estar a sós.
Existem momentos que eu não preciso me divertir, trabalhar, conversar, nada. Existem momentos que só preciso ficar sozinho. Procuro sempre não pensar em trabalho, na conta atrasada, ou na viagem do próximo mês. Só paro e tento conversar um pouco comigo mesmo, em silêncio.
Raiva, estresse, tristeza, infelicidade, dor, euforia, alegria. Seja qual for o meu estado de espírito, eu me permito sentir aquele momento. Às vezes é extremamente sofrido, e ás vezes é maravilhoso, mas é sempre saudável e honesto. Muito pior do que fingir estar feliz quando não se está, é fingir isso pra si mesmo.
Confesso que fica cada vez mais difícil conseguir esses momentos que alguns agora chamam de solitude. Mas, pelo menos pra mim, é essencial.
Resolve meus problemas? Não. Me torna uma pessoa melhor? Definitivamente não. Mas me acalma, me deixa mais tranquilo, com a mente um pouco mais sã. A dica é: experimente.
Isso não é um guia para meditação ou autoajuda barata de internet, Deus me livre! Só que hoje foi um desses dias em que precisei ficar sozinho, essa reflexão me veio, então senti vontade de colocar isso em texto. Nesse mundo abarrotado de barulhos insuportáveis em todos os lugares, é renovador conseguir – como canta Pe. Zezinho – ouvir a canção do silêncio.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 66


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Silêncio, por favor! Rafael Martins de Oliveira


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184151 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157416 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157411 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129506 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 75603 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 70107 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68802 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 61894 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 58734 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54556 Visitas

Páginas: Próxima Última