Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Acordado
Raul Cesar

Passo os dias jogando e fumando, sinto que estou desperdiçando minha existência, as vezes penso em sair, quando saio percebo que esse mundo se tornou hostil a mim; as conversas cotidianas e apressadas se tornaram verdadeiros pesos em minha alma, as formalidades de gestos exagerados e exaltações desproporcionais passaram a me causar náuseas morais terríveis, passo o tempo todo a me perguntar quando eu vou me levantar de dentro de min mesmo e reassumir o controle de minha vida, deixei os outros se tornarem o motor e capitão de mim, agora eu daria tudo por um gole de realidade mas ser real é como cortar a própria carne, na verdade a culpa não é do mundo nem dos homens, a culpa é minha, eu me matei aos poucos, fui fazendo concessões em minha personalidade até o ponto de não saber mais quem eu sou, fora tudo isso me sinto superior a todos, pois me parece que sou o único que sabe que toda aquela felicidade é falsa, sou o único que sabe que as caras e gestos nada mais são que mascaras para esconder os monstros que somos, e como tememos nos reconhecer no monstro mas como podemos saber a verdadeira face da criatura se ele só existe entre as sombras, a simples constatação de sua existência nos torna inseguros diante da chamada “vida normal”, talvez por conta disso os grandes homens sempre souberam muito bem esconde-lo no mais fundo possível e encontraram conforto na vida em sociedade e nas suas manifestações que nada tem em sua essência, elas existem apenas em aparência assim como alguns homens.


Este texto é administrado por: Raul Cesar Medina
Número de vezes que este texto foi lido: 105


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Acordado Raul Cesar


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182605 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 146723 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 146531 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128169 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67251 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 64171 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 58370 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 57582 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57315 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53400 Visitas

Páginas: Próxima Última