Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
COMO PROVAR A EXISTÊNCIA DE DEUS
COMO PROVAR A EXISTÊNCIA DE DEUS
Henrique Pompilio de Araujo

Resumo:
Difícil comprovar a existência de Deus para os outros. O importante é provar a sua existência para nós mesmos. Mas há alguns requisitos importantes que nos levam a comprovação da existência de Deus.

COMO PROVAR A EXISTÊNCIA DE DEUS
     Os ateus vivem se gabando que todos os que falam de um Deus não têm condições de provar a sua existência. Sinceramente não temos nenhuma prova da existência de Deus, pois Deus precisa ser provado individualmente, pessoa por pessoa. Não adianta ninguém querer provar Deus aos outros. Quando não se quer acreditar em uma coisa, todo o esforço dispensado será perdido.
     Primeiramente provar pelo coração, admirando as obras existentes no universo e que são impossíveis de qualquer ser humano criá-las.
     É claro que para provar a si mesmo a existência de Deus, a pessoa precisa ter um pouco de conhecimento. Uma pessoa que não admira uma cachoeira, o belo oceano, uma simples borboleta, não terá como provar um Deus a si mesmo. A existência de Deus é latente em todos os seres humanos, mas a essência deste ser só é dado aquele que sabe conhecê-lo. Falar de um Deus supremo a um ser primitivo é o mesmo que dar aulas para as paredes. Ele não vai entender nunca e vai sempre bater em uma tecla dizendo que é ateu.
     Uma professora pediu que os alunos saíssem da sala e ela se trancou lá dentro. Encheu a sala de quadros. Cada um mais bonito que o outro. Assim que estava tudo organizado, ela chamou os alunos de volta e deixou-os na sala admirando toda aquela beleza. Os alunos ficaram encantados e cada aluno fazia a mesma pergunta:
     - Quem fez estes quadros tão bonitos?
     Foi a vez de a professora entrar na conversa e concluir:
     - Era exatamente neste ponto que eu queria entrar. Quem fez estes quadros? Alguém deve tê-los feito e com muito amor e carinho. Vocês acabaram de provar a vocês que todas as obras têm um autor, ora se tudo tem um autor, o mundo e o universo também têm um autor. Resta saber quem é este autor e por que fez todo este universo harmonioso. Ora, nenhum ser humano tem a condição de fazer uma obra tão grandiosa quanto o universo.
     Os ignorantes dizem que a ciência não tem como provar a existência de Deus. Primeiramente a ciência precisa ser renovada, pois ela não prova absolutamente nada além da matéria. Preferem falar que o universo é obra do acaso, mas neste caso o autor é o acaso e o acaso deve ser alguma coisa. Se ele for o nada, não consegue criar nada. A matéria precisa ser muito mais aprofundada. O que falta ainda são pesquisas sérias sobre Deus e isto não estamos vendo em nenhuma parte do mundo. Apenas uns gatos pingados fazem estas pesquisas esporadicamente.
     Para provar a existência de alguma coisa, precisa-se de argumentos. Ora, existem muitos e muitos argumentos, mas os ateus ferrenhos não aceitam nenhum deles. Então ele diz que todos os argumentos são frágeis.

     A enciclopédia Wikipédia diz que “ciência é o conhecimento ou um sistema de conhecimentos que abarca verdades, as mais gerais e abrangentes possíveis, bem como a aplicação das leis científicas; ambas especificamente obtidas e testadas através do método científico”. Que abarca verdades, diz claramente. O universo não é verdade? Os planetas não são verdades? O pior não é isto. Existem movimentos no universo inteiro. Por que a terra foi criada de uma maneira tão exata com referência ao sol que aqui temos tudo funcionando perfeitamente? Ela ficou tão ajustada que temos uma temperatura suportável para a nossa vida, favoreceu as plantações, os rios, as florestas, os animais. Tudo extremamente organizado. Daí crermos que existam leis eternas que controlam tudo isto. Nada de levar tudo para o campo religioso. A ciência prefere estudar parte por parte, metodicamente e na verdade o universo é um conjunto de obras que são regidas por leis. Que leis são estas? Quem ditou estas leis? Elas, não vieram por acaso, alguém as criou e com uma grande perfeição.
     Apesar de não existir provas, segundo a ciência, de que Deus existe, temos uma série de argumentos convincentes de sua existência. Daí que é necessário um certo entendimento para compreender estes argumentos. Os maiores argumentos são mesmo os da Bíblia, mas existem outros. Vejamos então alguns destes argumentos:
     1.Argumentos da Bíblia – No velho testamento vamos encontrar vários textos falando sobre a existência de Deus. Entre eles temos as profecias. Apesar de serem divulgadas bem antes, os feitos sempre aconteceram. Em Efésios perguntado quantos Deus existem, houve a resposta: Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos e por todos e em todos (Efésios 4,6); em João há uma passagem interessante:Deus é espírito e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e verdade(João 4,24); mas é em Gênesis que encontramos o maior argumento: No princípio Deus criou os céus e a terra (Gênesis 1,1). Existem uma série de outros argumentos na Bíblia, mas estes são suficientes.
     2.Argumento teológico – O universo apresenta uma perfeição fabulosa, portanto só pode ter sido criado por um arquiteto fabuloso. Na terra foi tudo criado sob medida, nem mais nem menos. Um pouco mais perto do sol e não haveria vida encarnada, um pouco mais longe também não. Tudo foi criado por Deus, pois o nada não cria nada. A chance de uma molécula de proteína se criar ao acaso é de 1 em 10 243( 1 seguido de 243 zeros). Ela precisa ser criada de alguma coisa já existente.
     3.Argumento Filosófico – Todo efeito tem uma causa, o universo é um efeito, onde está a causa? Tudo o que existe foi criado por alguém que existe, daí o universo ter um autor não há como negar. Todas as premissas filosóficas são favoráveis a existência de um Deus.
     4.Argumento moral: Tudo em todas as partes do mundo funciona com uma espécie de lei. Onde é que está esta lei? Claro, na consciência do homem. É por isto que ele procura errar o menos possível, pois intimamente ele sabe que alguém está vendo, mas quem? Muitos não sabem explicar, mas obedecem. Poderíamos fazer uma série de barbaridades sem que alguém não visse, por que não fazemos? Por que tem alguém cuidando de nós para que não erremos muito.

     5.Senso nato em todas as pessoas – Todos nós nascemos com o senso de que deve haver alguém maior que nós e que cuida de nós, que nos ajuda e nos orienta. Os índios antigos adoravam o sol, a lua e tinham medo dos trovões, dos temporais, dos coriscos. Por quê? Eles tinham dificuldade de entender tudo isto, por isto aquele senso de que alguém cuidava deles.
     Portanto podemos provar Deus a nós mesmos. Temos que fazer algumas das proposituras acima para as outras pessoas e deixar que cada um investigue por si mesmo até chegarem por elas mesmas ao caminho da verdade.
     Mas o que Diz a doutrina Espírita? Na página da Editora Virtual consolador encontramos um texto bastante significativo referente a Deus segundo a doutrina espírita: “A existência de Deus é um dos princípios básicos do Espiritismo
1. Um dos princípios básicos da Doutrina Espírita é o da existência de Deus como o Criador necessário de tudo o que existe. Outro, igualmente fundamental, é o da existência dos Espíritos, como criaturas suas; e outro ainda é o princípio da natureza espiritual da alma humana, considerada como Espírito encarnado, que constitui a individualidade consciente, permanente e imperecível do homem.
2. Kardec iniciou “O Livro dos Espíritos” com um capítulo inteiramente consagrado a Deus e às provas de sua existência. Nesse livro, o Codificador perguntou aos Espíritos onde se pode encontrar a prova de que Deus existe, e eles assim responderam: “Num axioma que aplicais às vossas ciências. Não há efeito sem causa. Procurai a causa de tudo o que não é obra do homem e a vossa razão responderá” (L.E., questão 4).
Deus não se mostra, mas se revela por suas obras. O codificador do Espiritismo examina em seguida a opinião dos que opõem à tese da existência de Deus o pensamento de que as obras ditas da Natureza são produzidas por forças materiais que atuam mecanicamente, em virtude das leis de atração e repulsão, sob cujo império tudo ocorre, quer no reino inorgânico, quer nos reinos vegetal e animal, com uma regularidade mecânica que não acusa a ação de nenhuma inteligência livre. O homem – dizem tais opositores – movimenta o braço quando quer e como quer. Aquele, porém, que o movimentasse no mesmo sentido, desde o nascimento até à morte, seria um autômato. Ora, as forças orgânicas da Natureza são puramente automáticas.


Biografia:
Henrique Pompilio de Araújo, nascido em Campo Mourão PR e radicado em Cuiabá MT. Começou a escrever desde cedo. Professor aposentado, bacharel em Direito e Teologia. Trabalhou em diversas escolas em Cuiabá e alguns jornais do Estado. Publicou sua primeira obra em 1977: Secos & Molhados - Poemas. Ultimamente publicou outros livros: "Flores do Além" Poemas, "Contos da Espiritualidade" - Contos, "Nas curvas da vida" Memórias, "Cinquenta contos" Contos. Há muitas obras ainda esperando edição.
Número de vezes que este texto foi lido: 258


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios SERES VIVOS EM OUTROS MUNDOS Henrique Pompilio de Araujo
Ensaios COMO PROVAR A EXISTÊNCIA DE DEUS Henrique Pompilio de Araujo
Contos JOÃO TORTO Henrique Pompilio de Araujo


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
Amei! Que droga! - Fabiano Vaz de Mello 207862 Visitas
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182195 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 143376 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 143229 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 127853 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 66917 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 61473 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 57088 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 56886 Visitas
Entenda de uma vez por todas o Hino Nacional - Fabbio Cortez 56734 Visitas

Páginas: Próxima Última