Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Doutor da Própria Vida
José Ferreira Leite Neto

O pensamento, é força criadora.
Em alguns momentos da nossa vida, nos deparamos com uma enorme diversidade de caminhos a escolher. E diante destas constantes eventualidades precisamos ser definitivos, algumas opções não nos trarão um bom resultado, contudo, é necessário que sejamos sempre firmes e confiantes de que estas escolhas são as melhores, apesar de que os resultados não sejam positivos, sejam eles a curto ou longo prazo.
Nos vemos amortizados por ímpias e dolorosas discussões.
- Se eu for pela marginal irei pegar uma enorme fila de carros e sinais. Mas se eu for pelos desvios das ruelas acima, passarei por inúmeros lombadas e buracos.
- Qual janta devo escolher? Macarrão ao molho ou hambúrguer na chapa?
- Qual faculdade, devo cursar? Ciências exatas ou humanas?
- O que eu faço? Ligo para ela ou envio mensagem?
- Vou estudar ou trabalhar?
Decidimos de acordo com o peso de nossas necessidades, e poucas vezes, por nossas vontades e ao passo que algumas destas escolhas demonstrem resultados negativos, nos sentimos mal, e sem perceber perdemos a nossa própria autoestima. Sentimos culpados, frustrados e, refém de nossas próprias escolhas. O resultado, a curto prazo são construtivos, mas a longo, dolorosos, e de forma lenta vamos nos acostumando e a certo ponto nos sentimos escravos do seu próprio – eu.
- Poxa, eu deveria ter pego as ruas de cima, não teria me acidentado.
- Nossa, estou enfadado de massa e molho!
- Se eu tivesse escolhido humanas, não queria mudar de curso.
- Ela não atendeu. Será se ela está cansada de mim?
- Eu deveria ter escolhido estudar, o trabalho de caixa é exaustivo.
Os momentos de reflexão, são altamente construtivos. Precisamos refletir sobre os nossos atos, contudo, se estendido por um longo período de tempo, estas reflexões passam a ocupar um certo espaço em nossas mentes, e isso faz com que pensemos menos em mais. Na tortura de que acreditar, que se tivesse feito diferente, o nosso maior problema não seria a falta de dinheiro, a falta de felicidade, a ausência da paz, a solidão de encontrar apenas em si, refúgio para os seus próprios pensamentos.
Não se trata da escolha, mas da forma que você conclui que aquela foi a melhor opção. Acontece que, constantemente nos vemos vítimas das nossas próprias escolhas e, nos sentimos sufocados. Acreditar que errar faz parte, é necessário. Pois o aprendizado não acontece somente em escolas, mas ao longo de todos os dias. As suas escolhas fazem de você a pessoa que você é hoje, e este é o seu melhor – eu.
– O que eu irei aprender hoje?
José Ferreira Leite Neto.
São Carlos - SP


Biografia:
Acadêmico de Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras. Católico. 20 Anos. Escritor de poemas em um desabafo.

Este texto é administrado por: José Ferreira
Número de vezes que este texto foi lido: 520


Outros títulos do mesmo autor

Discursos Doutor da Própria Vida José Ferreira Leite Neto
Poesias Delírios de uma mente confusa José Ferreira Leite Neto


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 185963 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 165781 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 165293 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 131094 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 118151 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 81451 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 70183 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 65773 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 60889 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 56170 Visitas

Páginas: Próxima Última