Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
ANDO POR AI.....
BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Ando por ai sem saber se vou voltar.
O beijo, o abraço apertado na família.
Deixado marcado na hora de sair.
Pela madrugada fria.
Sigo em mais um dia.
Entre tantos por ai.

De caçador a caçado.
Julgado sem direito à defesa.
Na incerteza que paira.
A certeza que um dia tudo poderá mudar.
Mas enquanto isso: sigo apressado.
Olhando de um lado para o outro.
E em cada olhar estranho: vivo desconfiado.
Ao meu olhar e ao olhar dele. Somos todos estranhos.
Julgo a ele, assim também sou julgado.Na rua, no ônibus.
Ou em qualquer transporte apanhado.

Meu coração acelera, causando disritmia.
A sudorese fria, a pele empalidece: pelo pânico;
pelo pavor; pelo horror; pela forma do terror.
Da insegurança que se instala; que se instalou.
A cada dia que passa a inversão mostra sua graça.
Pela inoperância das leis podres. Graças.
Pela intolerância das raças.
Pelos desrespeitos às instituições e seus instituídos.
Pela desordem do tempo. Pelo apelo contido em cada rosto.
Em cada cidadão.

Pelo desespero esvaído em lágrimas. Pela perda da vida.
Da liberdade de locomoção. Pelo medo da insegurança
Pelo fim da inversão. Que enraizou nesta sofrida Nação


Biografia:
"As obras do artista só têm valor, quando consegue atingir a sensibilidade daqueles que entendem"
Número de vezes que este texto foi lido: 78


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas COMO ANDA VOCÊ......? BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel ANDO POR AI..... BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias ANDAR POR BELÉM... BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Crônicas CRÔNICA POÉTICA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel VIGIA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel AO MEU FILHO YAGO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel MULHER, SER ÚNICO. BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias DACTILOGRAMAS BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias BAR DO PARQUE BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel ABRIR AS CELAS BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 62.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 184151 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 157416 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 157411 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 129506 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 75603 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 70107 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 68802 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 61894 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 58734 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 54556 Visitas

Páginas: Próxima Última