Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
UM CORPO ESTENDIDO NO CHÃO
BENEDITO JOSÉ CARDOSO


Do berço à pobreza;
Do lar à solidão;
Do ser vem a fraqueza;
Um corpo estendido no chão.

Um tiro na cabeça;
Sem dó nem compaixão.
O sangue derramado;
Inerte está ao chão.

A mãe chora o rebento;
Andava na contramão.
Reflexo do dia a dia;
Querendo uma razão.


Biografia:
"As obras do artista só têm valor, quando consegue atingir a sensibilidade daqueles que entendem"
Número de vezes que este texto foi lido: 781


Outros títulos do mesmo autor

Poesias BAR DO PARQUE BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Cordel ABRIR AS CELAS BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias A GRANDE LUA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias MEU ESCRIBA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias DIANTE DO ESPELHO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias CHUVA DE GRANIZO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias JAMBEIRO BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias PSIQUE HUMANA BENEDITO JOSÉ CARDOSO
Poesias BRINQUEDOS DE MIRITI BENEDITO JOSÉ CARDOSO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 54.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2018
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 183185 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 152120 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 151516 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128629 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67647 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 66369 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 59780 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 59681 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57843 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53798 Visitas

Páginas: Próxima Última