Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O PAPAGAIO QUE FAZIA CRÁ! CRÁ! CRÁ!
Saulo Piva Romero


HOUVE UM TEMPO EM QUE LOLO COMEÇOU A ENGOLIR A COMIDA SEM MASTIGÁ- LA, POIS, ELE ERA MUITO GULOSO.

A MÃE JÁ NÃO CONSEGUIA CONTROLAR O APETITE FEROZ DO GAROTO, POIS, A IMPRESSÃO QUE DAVA É QUE ELE TINHA UM MANDRUVÁ DENTRO DA SUA BARRIGA.

TUDO O QUE ENCONTRAVA NA GELADEIRA, ELE COMIA DESESPERADAMENTE.

UM DIA, SUA MÃE ENCONTROU FRUTOS DE BATOÍ COM POLPA VISCOSA E DICIDIU ASSA-LOS NA BRASA,

ELA DEIXOU OS FRUTOS DE BATOÍ ASSANDO E FOI FAZER A LIMPEZA DA CASA.

ASSIM QUE ELA SE AFASTOU DA CHURRASQUEIRA, LOLO SE APROXIMOU E NEM TEVE A PACIÊNCIA DE ESPERAR QUE OS FRUTOS ESFRIASSEM, ELE COMEU TODOS DE UMA SÓ VEZ FAZENDO COM QUE SECASSE A SUA GARGANTA, POIS, O CALOR DO FOGO, QUEIMOU A SUA GOELA.

NESSE MOMENTO, LOLO DEU UM GRITO DE DOR QUE ECOOU POR TODA A VIZINHANÇA.

A MÃE QUE ESTAVA FAXINANDO A CASA, SAIU CORRENDO PARA VER O QUE ESTAVA ACONTECENDO COM O FILHO QUE GRITAVA DESESPERADAMENTE.

QUANDO ELA SE APROXIMOU DO MENINO PERCEBEU QUE ELE HAVIA ENGOLIDO OS FRUTOS DO BATOÍ SEM DEIXÁ-LOS QUE ESFRIASSEM, POIS, LOLO TENTAVA EXPELÍ- LOS IMEDIATAMENTE, MAS, JÁ ERA TARDE PARA SE LIVRAR DOS FRUTOS CALIENTES, POIS, POR MAIS QUE ELE SE ESFORÇASSA PARA EXPULSÁ-LOS DE SUA GOELA, NÃO CONSEGUIA,

DE REPENTE, LOLO COMEÇOU A PIGARREAR FAZENDO COM ELE EMITISSE UM SOM SEMELHANTE AO DE UM PAPAGAIO.

- CRÁ! CRÁ! CRÁ!  LOURO LOLO QUER MAIS BATOÍ! CRÁ! CRÁ! CRÁ!

A MÃE ESTAVA INCRÉDULA, POIS, NÃO ACREDITAVA NO QUE ESTAVA VENDO E OUVINDO, POIS, ELA ESTAVA VENDO SEU FILHO SE TRANSFORMAR NUM PAPAGAIO.

NUM PISCAR DE OLHOS, COMEÇARAM A CRESCEREM ASAS NO LUGAR DOS BRAÇOS, BICO NO LUGAR DA BOCA E DO NARIZ, GARRAS AFIADÍSSIMAS NO LUGAR DAS PERNAS E PÉS E COBRINDO TODO O SEU CORPO, CRESCERAM PENAS MULTICOLORIDAS.

A MÃE FICOU TÃO TRISTE, POIS, FICOUMUITO ABALADA AO VER SEU FILHO BATER ASAS E VOAR SEM DEIXAR RASTROS, PROCURANDO VOOS MAIS ALTOS FAZENDO COM QUE ELA PERDESSE O JUÍZO E ASSIM ENLOUQUECESSE PARA SEMPRE.

JÁ O MENINO QUE SE TORNOU UM PAPAGAIO, VOOU ALTO, BATENDO SUAS LONGAS ASAS ATÉ ECONTRAR UMA ARARA -VERMELHA E JUNTO DELA FAZER O SEU NINHO NUMA ANGELIM-VERMELHO, A MAIS ALTA ARVORÉ DA FLORESTA AMAZÔNICA,

DIZ A LENDA QUE LOLO, O MENINO QUE SE TRANSFORMOU NUM PAPAGAIO, NUNCA MAIS VOLTOU A SER GENTE, POIS, ATÉ HOJE, ELE CONTINUA EMITINDO O SEU INCONFUNDÍVEL CRÁ! CRÁ! CRÁ!




Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 49 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 136


Outros títulos do mesmo autor

Contos AS BOTAS MÁGICAS DE GORETE Saulo Piva Romero
Contos A ONÇA QUE TINHA MEDO DE RAIOS E TROVÕES Saulo Piva Romero
Contos O PAPAGAIO QUE FAZIA CRÁ! CRÁ! CRÁ! Saulo Piva Romero
Contos LEPEKA E O POODLE Saulo Piva Romero
Contos BICHO DE GOIABA Saulo Piva Romero
Contos O MENINO QUE QUERIA SER PRESIDENTE Saulo Piva Romero
Contos O CHÁ DAS CINCO Saulo Piva Romero
Contos A ILHA DO SOL Saulo Piva Romero
Contos UM CALANGO NA AREIA CALIENTE Saulo Piva Romero
Contos EZEQUIEL NO VALE DOS OSSOS SECOS Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 346.


escrita@komedi.com.br © 2022
 
  Textos mais lidos
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 56557 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 56183 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 56000 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 54911 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54847 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 54795 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54447 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 54241 Visitas
1 centavo - Roni Fernandes 53973 Visitas
Amores! - 53259 Visitas

Páginas: Próxima Última