Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A COR DA PELE
SALETI HARTMANN

Resumo:
Criança é sinônimo de inocência e de inclusão. Mas, se um adulto a ensina a odiar, ela também aprende com facilidade. Não ensinemos às nossas crianças, os preconceitos que nós próprios adquirimos no decorrer da vida. Demos a elas a chance de viver e lembrar do AMOR.

Duas crianças brincavam despreocupadamente na areia da praia, uma de cor negra e outra de cor branca. Brincavam com tanta alegria, como se tivessem a vida inteira para ser felizes juntas. O menino da pele negra brilhava ao sol pela sua cor de ébano, e o menino de pele branca construía o seu castelo, sem que nenhum deles lembrasse da cor da pele.

Ambos eram uma visão contrastante, mas harmônica, porque sorriam e se ajudavam na brincadeira com a areia. Passaram o dia brincando juntos, e no outro dia se encontraram novamente. De repente, era como se fossem dois irmãos, sem a consciência de negritude e de pele branca. Brincavam como filhos da vida, sem notar o mundo dos adultos.

Até que, um dia, um desses adultos distantes, passou pelos dois meninos, parou e sorriu. Olhou para a pele negra e para a pele branca, e não para a infância que estava à sua frente. E a pergunta inevitável:

- Vocês são amigos?
E os dois responderam prontamente:
- Somos!!! Porque?
- Porque negro e branco nunca se entenderam... só por isso.

As duas crianças olharam-se, surpresas, como se estivessem se analisando pela primeira vez. O menino cor de ébano olhou, surpreso, para o seu amiguinho e depois para si mesmo. Depois, indagou curioso:

- Moço, o que é branco e negro?
- É a diferença da cor da pele de vocês dois. O outro é tão branquinho e claro, e você é negro: brilha como a noite. Só isso...

O estranho adulto continuou a caminhar, seguindo o seu caminho na areia quente da praia. Os dois amiguinhos se olharam, surpresos. O menino da pele negra olhou novamente para si mesmo, depois olhou para o garoto de pele branca. Colocou seu braço escuro perto do braço claro do amigo, e pediu:

- Você se importa de eu ser negro assim?
A que o menino branco respondeu, prontamente:
- Se você não se importa que a minha pele seja clara...

Os dois olharam-se e sorriram. E recomeçaram novamente a brincadeira de construir castelos na areia. Novamente, esqueceram-se de si mesmos, da cor da pele que os diferenciava, e eram somente duas crianças vivendo a infância com alegria. Mas, dentro da mente de ambos, começou a latejar o pensamento escondido, de que um era branco e outro negro. No entanto, ambos tinham uma leve sensação de liberdade, porque a cor da pele não importa, quando se quer amar o outro de verdade.

Saleti Hartmann
Professora/Pedagoga e Poetisa
Cândido Godói-RS


Biografia:
Saleti Hartmann nasceu em 28/07/1958 em Cândido Godói-RS, e já na adolescência começou a escrever. De lá para cá tem 8 livros publicados, divulgando suas poesias, crônicas e artigos, que falam sobre a Paz, Educação, e um mundo sem drogas e violência. Tem 59 anos. Solteira. Acredita na Civilização do Amor. Participa de Antologias poéticas em várias regiões do país, tendo recebido prêmios em alguns concursos literários. Saleti é Professora, Pedagoga e Psicopedagoga, além de Poetisa. Ama a leitura, a natureza, música e pessoas sensíveis à fraternidade humana.
Número de vezes que este texto foi lido: 75


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas PARA SER FELIZ: AMOR! SALETI HARTMANN
Poesias PLANETA TERRA! AMOR: O QUINTO ELEMENTO SALETI HARTMANN
Poesias PLANETA TERRA! SALETI HARTMANN
Poesias Jesus SALETI HARTMANN
Artigos A IMPORTÂNCIA E A URGÊNCIA DA EDUCAÇÃO SALETI HARTMANN
Artigos EDUCAÇÃO: APOSTAR NO QUE DEU CERTO SALETI HARTMANN
Poesias TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO: PROMESSA X REALIDADE SALETI HARTMANN
Artigos EDUCAÇÃO: TEMPO DE MUDANÇAS SALETI HARTMANN
Contos A COR DA PELE SALETI HARTMANN
Artigos A CORTINA DE FERRO QUE AINDA NOS SEPARA... SALETI HARTMANN

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 29.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 31142 Visitas
Amores! - 28297 Visitas
Desabafo - 28145 Visitas
Vivo com.. - 27804 Visitas
Faça alguém feliz - 27747 Visitas
Sonho de afeto - Dilcimar Ribeiro Fonsêca 27733 Visitas
MENINA - 27710 Visitas
camaro amarelo - 27689 Visitas
viramundo vai a frança - 27685 Visitas
sei quem sou? - 27677 Visitas

Páginas: Próxima Última