Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
CHEGAR CEDO E CEDER
Flora Fernweh

Chegaste cedo e sem alardes, não estou desperta, apenas deserta.
É muito cedo, amor,
fuja, há tanto para viver antes de nos entregarmos,
estamos em plena aurora.
O eterno dura pouco, um segundo, um presságio, um passo, um desespero,
mas a eternidade é puramente o que você faz disso tudo o ser que és,
vá gozar de sua liberdade, vá viver sem deixar que te roube o coração, entregue-o a mim e lhes dê somente a carne, se assim preferir.
Vá, somos apenas vento, mas a juventude faz de tudo ventania,
em uma utopia que arde e queima, sorrateiramente apaga e aos poucos nos deixa as cinzas dos anos que se confundem entre vividos, vívidos ou sonhados,
é uma doença incurável e misteriosa, inconcebível para aqueles que nunca sofreram com as desordens que nos fazem crer na elegância do futuro e na sede do agora.
Cuidado com as armadilhas que o destino prega, amado meu.
Deixe o mundo te fragilizar para que só o tempo te endureça.
Amor, meu grande amor, depois que tiveres atravessado todas as veredas e conhecido os mais escuros caminhos, deságue em mim, busque seu remendo naquela que poderia ter te poupado tantas angústias,
quando pensares que já viveu tudo o que é reservado a um homem e que já viu todas as paisagens, paraísos e infernos, me procures, sabes onde me encontrar, já até esbarraste em mim um dia, em um dia cedo demais, por sinal.
Permita-me ser seu único amor, para isso, terei de ser a última e não posso ser a primeira, a vida é um sorriso arrebatador, uma surpresa em cada trôpega face, uma paixão quente em cada esquina e um amor fresco em cada olhar.


Biografia:
Quem é Flora? Um ser jamais poderá ser compreendido em sua totalidade, cada organismo ocupa uma posição averiguada de incontáveis ângulos, vagamos por este planeta ignorando o anterior e o posterior no que se refere à linha tênue sobre a qual estamos em consciente equilíbrio. Cada célula, instinto e vibração são provas de que existe uma verdade superior, baseada em uma racionalidade insondável cujos mistérios não são aptos a povoar a mente daqueles que um dia, única e sobriamente alimentarão os vermes do subsolo. Fato é que os átomos que formam o órgão da visão do ser que lê estas palavras, podem ter remotamente constituído um órgão de Sócrates ou reduziu-se a pó a partir das ruínas da acrópole ateniense, entender um ser e sua singular complexidade, assemelha-se à infindável busca pela compreensão dos fenômenos cosmológicos: cada um é único, insere-se em um universo particular, sendo este, um amálgama de infinitos unidos pelo mesmo céu. Comparando de modo análogo o universo a uma célula, Flora Fernweh é para ele um minúsculo pedaço de DNA, invisível e quase definido como inexistente, vagando pela imensidão genética por um curto espaço de tempo. Para a natureza, Flora Fernweh não passa de um animal, assim como todos os outros. Para a sabedoria, Flora é uma irmã perdida que busca veementemente encontrá-la. Para o passado, é uma alma nostálgica e para o futuro da raça humana, é um enigma.
Número de vezes que este texto foi lido: 160


Outros títulos do mesmo autor

Poesias ALMA PALÁVRICA Flora Fernweh
Poesias ILUSÃO DESABITADA Flora Fernweh
Artigos A CIÊNCIA ONTEM, HOJE E AMANHÃ Flora Fernweh
Artigos CANSADOS O SUFICIENTE? Flora Fernweh
Poesias TEMPO AO TEMPO Flora Fernweh
Artigos INTERNET: SOLUÇÃO OU PESADELO? Flora Fernweh
Artigos A CONDIÇÃO HUMANA E O MODO DE VIVER Flora Fernweh
Poesias DESPEDIDA DESPIDA Flora Fernweh
Contos ATINGIDA POR SUAS ORIGENS Flora Fernweh
Artigos IDENTIDADE E ALTERIDADE NO MUNDO CONTEMPORÂNEO Flora Fernweh

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 72.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 62305 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 53883 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 42861 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 39918 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 37778 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 37540 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 36915 Visitas
Amores! - 34973 Visitas
Desabafo - 34520 Visitas
Faça alguém feliz - 32944 Visitas

Páginas: Próxima Última