Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A outra parte do tabuleiro
Patrick Dênio

Neste momento, neste exato momento, há alguém sentindo-se sozinho e isolado.
Sim, há alguém dentro de um quarto numa cidadezinha, louco pra falar sobre folclore com alguém. Sim, ele ou ela está totalmente desanimado porque não tem com quem dividir seus hobbies, não há alguém com quem se identifique, não há com quem conversar sobre todas aquelas insanidades que o entretêm por horas. Não há com quem dividir todas as descobertas que fez na sua leitura do Wikipédia sobre história da idade média/moderna. Não, infelizmente não há com quem falar sobre elfos, ninfas e dríades. Não há nada a acrescentar ao jogador de RPG que se fica tão envolvido com a fantasia que esquece o mundo triste e obscuro que todos querem lhe mostrar. É triste saber que todos os artigos sobre A Guerra das Duas Rosas só será lido por ele entre as pessoas próximas. Uma lágrima chega perto dos olhos ao lembrar que não pode se reunir com amigos e cantar uma musiquinha sobre algum herói do reino enquanto brindam uma cerveja e gritam “Ein prosit!”, porque ninguém conhece a sua música favorita sobre o seu herói favorito, e nem mesmo sabe o que significa “Ein prosit”.

Mas sim, há alguém dentro de um quarto numa cidadezinha, procurando alguém interessado e sábio em folclore. Folclore que conte a história dos elfos, das ninfas, das dríades e até mesmo dos minotauros. Algo que pode aguçar sua mente e fazê-lo querer visitar os países nórdicos naquele exato momento. Algo que pode fazê-lo querer encontrar uma bruxa escocesa na sua frente somente para perguntar-lhe se o que ela praticava era magia ou ciência. Sim, há alguém que queira entender A Guerra das Duas Rosas e ficar boquiaberto com a comparação entre ela e o enredo “Game of Thrones”, alguém que pense em viajar no tempo junto com ele pra ver com os próprios olhos –ou mente- o que estava acontecendo realmente, e não simplesmente observar os relatos com superficialidade. Sim, há alguém que queira lembrar os heróis medievais e gritar “Ein prosit!”, “Ein krüg von bier!” interrompendo a canção para brindar àquela história. Sim, quer ouvir toda a trilha sonora de “The Lord of Rings” até dar o total de tempo que dura a trilogia. Esse alguém está procurando por você, pessoa dentro do quarto com medo de expor suas diversões e insanidades por ser um pouco “estranho”.

É, eu sei.

Duas pessoas repletas de peças que se encaixam, de peças que formam uma paisagem de campos verdes, de vilas com casas de madeiras, de enxaiméis, de crianças brincando com espadas de madeira em meio à lama enquanto suas mães reclamam por estarem se sujando, de homens no campo treinando cavalos, capinando, tomando uma caneca de cerveja na hora do descanso, cantando as mesmas canções sobre heróis e mitos, tocando seus acordeões ou foles.

Sim, eu sei.

O que os impede de se encaixarem? Talvez uma boa procurada e um “Oi, tudo bem?”.

Não use as cartas agora, alguém está com a outra parte do tabuleiro, é só olhar o tutorial, às vezes ele dá as direções.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 131


Outros títulos do mesmo autor

Cartas A outra parte do tabuleiro Patrick Dênio


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
Amei! Que droga! - Fabiano Vaz de Mello 207862 Visitas
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182195 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 143376 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 143229 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 127853 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 66917 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 61473 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 57089 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 56886 Visitas
Entenda de uma vez por todas o Hino Nacional - Fabbio Cortez 56734 Visitas

Páginas: Próxima Última