Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A Importância do Lúdico na Infância
Daiane Schmitt

Resumo:
Refletir sobre a prática nas escolas, resgatando brincadeiras que muitas vezes ficam esquecidas pelas tecnologias, sendo o adulto o mediador do aprendizado e assim aflorando a imaginação e criatividade das crianças.
     Na educação infantil as crianças se envolvem num mundo de descobertas através do lúdico, sendo a possibilidade de proporcionarmos através de jogos e brincadeiras um aprendizado realmente significativo.

A importância do brincar para a criança, visto que quando brinca, a criança comunica-se consigo mesma e com o mundo, estabelece relações sociais, constrói conhecimentos e desenvolve-se integralmente. Que possa-se pensar e adotar uma postura que transforme sua visão em relação ao lúdico como forma de aprendizagem.
A educação infantil é a base, onde adultos tem um envolvimento muito grande desde o cuidado até seu desenvolvimento pois nesta idade onde as crianças mais aprendem, bem como diz a Base Nacional Comum Curricular:
Nas últimas décadas, vem se consolidando, na Educação Infantil, a concepção que vincula educar e cuidar, entendendo o cuidado como algo indissociável do processo educativo. Nesse contexto, as creches e pré-escolas, ao acolher as vivências e os conhecimentos construídos pelas crianças no ambiente da família e no contexto de sua comunidade, e articulá-los em suas propostas pedagógicas, têm o objetivo de ampliar o universo de experiências, conhecimentos e habilidades dessas crianças, diversificando e consolidando novas aprendizagens, atuando de maneira complementar à educação familiar – especialmente quando se trata da educação dos bebês e das crianças bem pequenas, que envolve aprendizagens muito próximas aos dois contextos (familiar e escolar), como a socialização, a autonomia e a comunicação.
Dentro deste contexto temos a ludicidade, o trabalho com jogos e brincadeiras são ferramentas indispensáveis para o trabalho cotidiano na aprendizagem das crianças.
As atividades lúdicas proporcionam condições para o desenvolvimento físico, motor, emocional social e cognitivo. A criança pequena no ato de cada brincadeira ou jogo expõem seus sentimentos e pensamentos, por este motivo a importância da troca de conhecimentos, principalmente na escola onde cada qual possui conhecimentos a serem compartilhados.
Como percebe-se que o lúdico acontece através dos jogos e brincadeiras e que ele sempre esteve presente em todas as épocas entre a humanidade, desde os tempos pré-históricos onde desenhava-se nas paredes das cavernas. Assim observa-se também a grande importância no desenvolvimento do ser humano desde à sua infância.
     A brincadeira é uma necessidade do ser humano em qualquer idade do seu desenvolvimento. Na infância ela aparece não apenas como diversão, mas também como a possibilidade de desenvolver as potencialidades infantis. Por meio do brincar espontâneo, a criança experimenta o mundo, os movimentos e as reações, adquirindo elementos para desenvolver atividades mais elaboradas no futuro. Assim, a brincadeira, o brinquedo e o jogo, tornam-se importantes instrumentos para o ensino, auxiliando no desenvolvimento pessoal e social do ser humano.
     Lembrando que as brincadeiras são ferramentas imprescindíveis ao se tratar do lúdico, onde possibilita para as crianças a construção da sua visão do mundo, sendo que desde bem pequenas as crianças já brincam, um bebê por exemplo, brinca com seu pé, sua mão, assim descobrindo seu corpo.
As atividades lúdicas fazem com que as crianças aprendem com prazer, alegria e sendo relevante ressaltar que a educação lúdica está diante da concepção única de passatempo e diversão. A educação lúdica é uma ação inerente na criança e aparece sempre como uma única forma transicional, em direção a algum conhecimento. O brincar se torna cada vez mais importante na construção do conhecimento, oportunizando prazer enquanto incorpora as informações e transforma as situações da vida real (Falcão, 2002).
Segundo o RCNEI (1988), brincar é uma das atividades essenciais para o desenvolvimento infantil, visto que contribui para o desenvolvimento da identidade e da autonomia. Por meio das brincadeiras, as crianças desenvolvem a imaginação e as capacidades importantes como a atenção, a imitação, a memória. A brincadeira de faz de conta é essencial para o desenvolvimento de regras e papéis sociais, pois, nelas, as crianças atuam como se fossem pais, filhos, médicos, professores, heróis.
     Nestes aspectos observados, através do lúdico, encontra-se também os sentimentos. Ao proporcionar várias experiências na diversificação dos brinquedos e interações, apresentam sentimentos de posse, negociações, desejos, descobertas, explorações e relações afetivas.
     Com atividades lúdicas, a criança reproduz muitas situações vividas em seu dia a dia com imaginação e pelo faz – de- conta. Sendo estas representações feitas pelas experiências vividas e novas possibilidades de interpretação e reprodução do real.
     De acordo com a Base Nacional Comum Curricular que está norteando todo o trabalho na escola também pode-se perceber como desde bem pequenos já se assegura um universo infantil com interações e vínculos.
Como primeira etapa da Educação Básica, a Educação Infantil é o início e o fundamento do processo educacional. A entrada na creche ou na pré-escola significa, na maioria das vezes, a primeira separação das crianças dos seus vínculos afetivos familiares para se incorporarem a uma situação de socialização estruturada.
Nas últimas décadas, vem se consolidando, na Educação Infantil, a concepção que vincula educar e cuidar, entendendo o cuidado como algo indissociável do processo educativo. Nesse contexto, as creches e pré-escolas, ao acolher as vivências e os conhecimentos construídos pelas crianças no ambiente da família e no contexto de sua comunidade, e articulá-los em suas propostas pedagógicas, têm o objetivo de ampliar o universo de experiências, conhecimentos e habilidades dessas crianças, diversificando e consolidando novas aprendizagens, atuando de maneira complementar à educação familiar – especialmente quando se trata da educação dos bebês e das crianças bem pequenas, que envolve aprendizagens muito próximas aos dois contextos (familiar e escolar), como a socialização, a autonomia e a comunicação.
     Nestes dias atuais percebe-se nas família a pouca interação com as crianças, os responsáveis correm para alcançar níveis de sobrevivência e dar o que eles não possuíam em sua infâncias, cujos objetivos acreditam ser compensados com objetos caros para as crianças, tecnologias e enfim está cabendo ao professor, que passa maior parte do tempo com as crianças em refletir sobre sua formação, sobre a utilização dos jogos e das brincadeiras na educação, além de compreender o desenvolvimento infantil e as suas necessidades, bem como resgatar valores e brincadeiras ao qual a criança aprende, se diverte sem precisar de tanto do mundo material. Precisa o educador ser o mediador, contribuir para o desenvolvimento de diferentes brincadeiras e jogos na escola, com fins educativos ou mesmo recreativos.
     O lúdico é muito importante na educação infantil pois é através dele q a criança em todos os ambientes de convívio vem desenvolver habilidades para a aprendizagem se efetivar. A educação infantil é a base da formação socio educacional de todo ser humano e o lúdico constitui um recurso primordial que envolve o aluno nas atividades, permitindo que a criança se desenvolva cognitivamente.
    O educador tem como papel ser um facilitador das brincadeiras, sendo necessário crianças são responsáveis pelas suas próprias brincadeiras. Sempre que possível o educador deve participar das brincadeiras e aproveitar para questionar com as crianças sobre as mesmas.
    Percebe-se que a criança aprende brincando. Onde as brincadeiras se faz presente e acrescenta aspectos fundamentais ao relacionamento com as pessoas. A criança estabelece com os jogos e as brincadeiras uma relação na qual consegue extravasar suas tristezas, alegrias, entusiasmos, agressividades e desejos e é por meio da brincadeira que a criança se envolve e compartilha com o outro, se reconhece e conhece o outro. Além disso a brincadeira e o brinquedo, são de importância fundamental como mecanismo para desenvolver a memória, a linguagem, a atenção, a percepção, a criatividade e a aprendizagem. Nesse aspecto, tanto as brincadeiras quanto os brinquedos e os jogos contribuem expressivamente para a significativa ampliação das estruturas psicológicas e cognitivas da criança.
Percebemos que o lúdico é uma necessidade do ser humano em todas as idades, sobretudo na infância, onde deve ser vivenciada, não apenas como distração, porém com a finalidade de ampliar as potencialidades da criança, pois o conhecimento se constrói por meio das relações interpessoais bem como das trocas mútuas que se instituem ao longo de toda a formação integral da criança. Sendo assim, a introdução das atividades lúdicas no dia-a-dia é de extrema importância para o desenvolvimento das crianças, pois quando as mesmas encontram-se envolvidas, o processo ensino e aprendizagem torna-se mais simples e dinâmico.
Precisa-se buscar novas maneiras ou retomara forma de ensinar por meio do lúdico onde conseguiremos uma educação de qualidade e que realmente consiga atender os interesses e necessidades da criança. Lembrando que uma atitude lúdica não é somente um acréscimo de atividades ou brincadeiras, é antes de mais nada uma maneira de ser, de estar, de pensar e de encarar a vida. Precisa-se saber entrar no mundo da criança, no seu sonho, no seu jogo e, a partir daí, jogar com ela.
Os jogos e os brinquedos constituem-se hoje em objetos privilegiados da Educação Infantil, desde que inserimos numa proposta educativa que se baseia na atividade e na interação delas. Na educação infantil o processo lúdico deve ser parceiro das práticas diárias sendo sem dúvidas aprender brincando é mais divertido e saudável.


De: Daiane Schmitt, Dabda Tais Borba e Gisele Aparecida Marteninghi


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 72


Outros títulos do mesmo autor

Artigos A Importância do Lúdico na Infância Daiane Schmitt


Publicações de número 1 até 1 de um total de 1.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69529 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55941 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 48439 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44677 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44320 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43940 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 43229 Visitas
viramundo vai a frança - 43174 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41938 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41574 Visitas

Páginas: Próxima Última