Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
NO RITMO, EM TEMPO
Tânia Du Bois


“Há algo maior / que escrever / poesias //
   dançar”                  (Pedro Du Bois)


     Desde tempos remotos, homens e mulheres são fascinados pela dança em salões iluminados. Usamos os sentimentos e respeitamos o nosso ritmo, que rodopia a alma e harmoniza a mente. Segundo Maria Helena Latini, roda constante / Redemoinho? Rodopio / Gente gestos rostos /... Fotos cores lembranças / caderno ternura canções /... Danças promessas encontros / Desencontros mágoas / ritmo riso rascunhos...”
     Dançar é descobrir o próprio ritmo e ter a sensação que se confunde com provocação e diversão, na sequencia de ações que se completam e, ao mesmo tempo, inspiram, no dia a dia, ritmos com passos traçados em riscos, do envolvimento passado a se fazer presente. Como retrata Guillermo G. Infante, no livro Delitos por Dançar chá-chá-chá, contos que refletem o sentimento da lembrança, do amor e da nostalgia, com ritmos harmônicos. Para Pedro Du Bois, “O espaço reservado aos passos revolve o tempo e me confunde em movimentos; sou quem ouve a música no silêncio concentrado entre ouvir e ter a leveza do corpo ao me saber presente. Danço”.
     Qual o sentido real no experimentar a inquietação da dança como encontro e o desencontro, da entrega e recusa, e qual a satisfação que traz ao ser executada?
     Cultivamos a prática da dança e a interiorizamos com a finalidade de vislumbrar sentido maior para a vida: seduzir a imaginação musicando ritmos para definir o que queremos em relação ao outro, porque criamos a necessidade de buscar a dança como divertimento. Encontro em Armindo Trevisan os contos do livro A Dança do Fogo, retratando movimentos eróticos.
     De outro lado, a música tem vida e, quando dançamos, estabelecemos relação entre ela e nós, como prazer e lazer, ao sinalizar o desejo de conviver com outras pessoas. Como em Igor Fagundes, onde “O poeta dança com as palavras / inventa passos / coreografias / ritmos // até // o primeiro tombo”.
     Assim como letra, música e poesia combinam, surge de forma perfeita, o que nos faz acreditar que a força do poema é onda universal na música. A música ao se valer da poesia (tornam-se parceiras) nos atrai para o movimento dos corpos na dança. Ao sentirmos o corpo flutuar; pés e mãos a girar se tornam a expressão do encontro, onde a solidão se desfaz, como nos livros: A Recriação da Mágica ,de Pedro Du Bois e o Livro da Dança, de Gonçalo Tavares. Sempre, o corpo em movimento é a tradução do ritmo na música.


Biografia:
Pedagoga. Articulista e cronista. Textos publicados em sites e blogs.Participante e colaboradora do Projeto Passo Fundo. Autora dos livros: Amantes nas Entrelinhas, O Exercício das Vozes, Autópsia do Invisível, Comércio de Ilusões, O Eco dos Objetos - cabides da memória , Arte em Movimento e Vidas Desamarradas.
Número de vezes que este texto foi lido: 41


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Tantas PERGUNTAS para meia RESPOSTA Tânia Du Bois
Artigos NO RITMO, EM TEMPO Tânia Du Bois
Artigos ESTANTE Tânia Du Bois
Artigos QUANTO TEMPO CONSEGUIMOS FICAR SEM O CELULAR? Tânia Du Bois
Artigos RISCAR O VIDRO DA JANELA Tânia Du Bois
Artigos TELEVISÃO Tânia Du Bois
Artigos “VOZES da NATUREZA” Tânia Du Bois
Artigos QUAL É O NOSSO LIMITE? Tânia Du Bois
Artigos RODA VIVA Tânia Du Bois
Artigos Próxima conquista: CONVERSAR Tânia Du Bois

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 302.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2017
 
  Textos mais lidos
A Dama e o Valete - Talita Vasconcelos 182804 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 148882 Visitas
Era uma casa grande - helena Maria Rabello Lyra 148385 Visitas
E assim foi a nossa história... - Nandoww 128325 Visitas
Esse mês de Julho... - Nandoww 67382 Visitas
Transgressão do Dever - helena Maria Rabello Lyra 64806 Visitas
Carta a um amor impossível - Carla (Fada) 58835 Visitas
ENTENDA DE UMA VEZ POR TODAS O HINO NACIONAL - Fabbio Cortez 58663 Visitas
Fazendo amor - Milena Marques 57541 Visitas
Há uma urgência do amor.. - Sabrina Dos Santos 53551 Visitas

Páginas: Próxima Última