Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O que faço com esse sentimento que me arde o peito?
Carla (Fada)

Que sentimento é esse que me tira do eixo, que me faz questionar velhas certezas e sentimentos consolidados. Sempre fui, pelo menos pensei que fosse, aquela que buscava sempre acertar, fazer o que as pessoas esperavam que eu fizesse. O “erro” pra mim sempre foi um problema, me cobrei demais, cobrei da mesma forma das pessoas, e agora me vejo numa situação insana de paixão, amor, tesão... num “erro” que me faz tão feliz, mas que pode me levar à ruína: emprego, família, amigos, etc. Corro o risco de perder tudo, inclusive eu mesma, já que tudo isso tem tanto valor pra mim.
Não sei se essa paixão preenche um vazio de aventura que minha alma teima em querer viver, se massageia meu ego, minha vontade de ser uma mulher linda, desejada, amada, e porque não, disputada. Talvez esse sentimento possa ser uma paixão verdadeira que se transforme em amor, mas como saberei? O medo do “erro” me paralisa, medo de deixar de ser a mulher moralmente idealizada por mim e/ou pelas pessoas que me conhecem e que, com certeza, irão me julgar e condenar (não sei se suportaria isso).
Então, o que faço? Abafo essa paixão que explode no peito, que me enche de vida, poesia, alegria? Ou me entrego de vez e vivo esse sentimento intenso, latente, louco, delicioso...?
E Deus, como vou encará-Lo, o que Ele pensa disso? Como Ele irá me castigar? Além de queimar eternamente no fogo do inferno, será o que terei como castigo? Uma vida infeliz, uma velhice sofrida e solitária? Uma doença que me corroerá lenta e sofridamente? MEU DEUS O QUE SERÁ DE MIM? Como eu queria poder ter um encontro com Deus, um encontro real onde eu pudesse abrir meu coração, expor meus medos, meus traumas, minhas angústias, minhas desilusões, meus pecados, minhas ânsias e vontades. Por muitas, pra não dizer incessantes vezes, pedi à Ele pra arrancar do meu peito, da minha cabeça essa paixão que me inunda a alma. Resisti-a por um bom tempo, mas não o suficiente, acho que Deus, não sei porque, queria que eu resistisse todos os dias, pra sempre, mas não consegui, falhei, errei... E agora, meu Deus? O que faço com esse sentimento que me arde o peito?...


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 27646


Outros títulos do mesmo autor

Romance O que faço com esse sentimento que me arde o peito? Carla (Fada)
Cartas Carta a um amor impossível Carla (Fada)


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2019
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 29087 Visitas
Um céu de estrelas - Angelita Penalva 27858 Visitas
Gratidão a um amor verdadeiro - Paulo Vieira da Silva 27831 Visitas
Vida de perro: el rimbaldiano "caso Udonge" - udonge 27791 Visitas
Amores! - 27791 Visitas
Pra Mim, Fui Eu - Carlos Artur Paulon 27789 Visitas
Desabafo - 27780 Visitas
O Eterno Retorno - Angelita Penalva 27747 Visitas
Sentença poética - Jhonata Antonio 27742 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 27737 Visitas

Páginas: Próxima Última