Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Saúde e bem-estar na educação infantil.
Jaqueline Dall Agno

Resumo:
Este artigo tem como objetivo trazer um breve apontamento sobre a saúde e o bem estar nesta etapa tão importante, que é a educação infantil.

Quando se fala em saúde e bem-estar na educação infantil, muitas pessoas tendem a pensar em cuidados médicos voltados às crianças, mas o que temos que pensar é na educação infantil como um espaço gerador de saúde mental e física, de conforto e desenvolvimento pleno do ser humano desde a infância.
     O bem-estar das crianças depende da qualidade da educação que lhes é oferecida. Até a década de 1980, o conceito de qualidade estava ausente do discurso pedagógico. No entanto, se as crianças desfrutam dessa qualidade, serão felizes, aprenderão e se desenvolverão adequadamente.
Para trabalhar pelo bem-estar das crianças exige que a educação infantil veja a si mesma como uma atividade que tem como centro o ser humano.
     O objetivo fundamental da educação das crianças menores é proporcionar a elas, de forma integrada, experiências pedagógicas de aprendizagem e promover ações relacionadas a saúde e ao seu estado nutricional.
     Muitos fatores proporcionam isso no contexto escolar, por exemplo, quanto aos currículos, a educação deve ser entendida como atenção pedagógica especializada e adequada a idade das crianças, centrado nas habilidades, nos interesses e nas curiosidades das crianças.
Na proporção educador criança, respeitando o número adequado de crianças a serem atendidas por adulto.
     A metodologia deve permitir ou facilitar que a criança seja autora da própria aprendizagem, também deve ser ativa, de modo que a aprendizagem gire em torno dos interesses e destrezas das crianças, permitindo que elas planejem, experimentem, solucionem problemas, pratiquem conceituações e avaliem.
A escola deve promover estratégias que visem a participação da família no dia a dia dos seus filhos em ambiente escolar, abrindo múltiplos canais de comunicação. Encontros periódicos, workshops e campanhas são ótimos exemplos para o fortalecimento de vínculos com a comunidade.
A parceria entre o colégio e as famílias contribui diretamente para a criação de hábitos saudáveis e melhora na qualidade de vida infantil. É muito importante que haja esse diálogo e, principalmente, concordância entre as partes em relação a valores, regras, práticas e ensinamentos que são passados aos pequenos.
Oferecer acompanhamento psicológico aos alunos e seus pais também é uma ação relevante, que pode ajudar na identificação e na resolução de problemas familiares que podem estar afetando negativamente o desempenho escolar das crianças.
Os docentes devem ter uma formação que lhes permita ser observadores e ouvintes das crianças, das famílias, além da busca constante por cursos e formações que visem sempre a melhoria na educação das crianças. A observação atenta do professor permite que ele acompanhe o desenvolvimento infantil e reflita com os pais tanto sobre as potencialidades dos seus filhos como sobre possíveis diferenças ou dificuldades que demandem cuidados especiais.
     Na educação infantil o bem-estar também está ligado a momentos de sono e descanso no currículo, essa quantidade de sono varia em função da faixa etária e das características individuais de cada criança. O ritmo biológico que regula momentos em que estamos acordados ou dormindo chama-se ciclo sono/ vigília e corresponde a estados fisiológicos nos quais variam as atividades elétricas cerebrais, musculares e oculares. O ambiente para o sono deve ser aconchegante, livre de fontes diretas de luz e ruídos externos.
Atender às necessidades de bebês e crianças de até 5 anos, no contexto de educação coletiva implica planejar, organizar e manter um ambiente desafiador para as aprendizagens e simultaneamente acolhedor e seguro. Isto significa que cada espaço, mobiliário, brinquedo, material, procedimentos e atividades realizadas pelos adultos com e para as crianças precisam ser pensados no que se referem ao risco e benefício que oferecem ao processo de ensino, crescimento e desenvolvimento integral, saúde e bem-estar da criança.
As práticas alimentares são adquiridas durante toda a vida, destacando-se nos primeiros anos como um período essencial para o estabelecimento de hábitos que promovam a saúde do indivíduo. Uma alimentação balanceada e saudável é outro fator de grande importância no desenvolvimento das crianças, por isso na educação infantil adotar esses hábitos além de favorecer as aprendizagens, certamente diminuíra os índices de desnutrição, sobrepeso entre outros.
Mais do que nutrir o organismo para garantir a saúde e bem-estar, a alimentação também é uma questão de cuidado, autonomia, cultura e socialização.
Inúmeros são os fatores que influenciam no êxito que esperamos alcançar diariamente na Educação Infantil, portanto o educador precisa considerar que as crianças ainda estão em desenvolvimento tanto biológico quanto cognitivo, que as habilidades precisam ser estimuladas e principalmente que cada criança tem seu próprio ritmo. É fundamental ter um olhar sensível, acolher todos da mesma maneira, incentivando o desenvolvimento integral de cada um.

Artigo escrito pelas professoras de Educação Infantil Jaqueline Dall Agno e Luciana T. Bugança Perozzo da Escola Municipal de Educação Infantil Amor Perfeito.
São Marcos, 05 de fevereiro de 2024.



Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 117


Outros títulos do mesmo autor

Artigos Saúde e bem-estar na educação infantil. Jaqueline Dall Agno
Artigos Os desafios da Inclusão Escolar Jaqueline Dall Agno
Artigos A Música aliada a aprendizagem Jaqueline Dall Agno


Publicações de número 1 até 3 de um total de 3.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
JASMIM - evandro baptista de araujo 68822 Visitas
ANOITECIMENTOS - Edmir Carvalho 57761 Visitas
Contraportada de la novela Obscuro sueño de Jesús - udonge 56565 Visitas
Camden: O Avivamento Que Mudou O Movimento Evangélico - Eliel dos santos silva 55619 Visitas
Sobrenatural: A Vida de William Branham - Owen Jorgensen 54651 Visitas
O TEMPO QUE MOVE A ALMA - Leonardo de Souza Dutra 54573 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 54516 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 54473 Visitas
frase 935 - Anderson C. D. de Oliveira 54374 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 54352 Visitas

Páginas: Próxima Última