Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A ILHA DO SOL
Saulo Piva Romero

HOUVE UM TEMPO EM QUE UM GUERREIRO SE APAIXONOU POR UMA LINDA ÍNDIA DA SUA TRIBO QUE FICAVA NUM ARQUIPÉLOGO CHAMADO A ILHA DO SOL.

IGTÁ FICOU ENCANTADO POR PICAZÚ ASSIM QUE A VIU PELA PRIMEIRA VEZ, POIS, ELA ERA A MOÇA MAIS BONITA DA ILHA DO SOL.

PICAZÚ TAMBÉM TINHA UM GRANDE AFETO POR IGTÁ, POIS, ALÉM DE SER UM VALENTE GUERREIRO, ELE TAMBÉM ERA UM ATLETA.

O TEMPO FOI PASSANDO E A MEDIDA QUE ELES IAM SE CONHECENDO MELHOR, LOGO DECIDIRAM PARTIR PARA O CASAMENTO.

AS FAMÍLIAS ESTAVAM DE ACORDO COM A UNIÃO DE IGTÁ E PICAZÚ E NÃO COLOCARAM NENHUM OBSTÁCULO QUE PUDESSE IMPEDIR O ENLACE DO JOVEM CASAL.

MAS, NÃO BASTAVA APENAS O APOIO DA FAMÍLIA PARA QUE O CASAMENTO SE REALIZASSE, POIS, ELES PRECISAVAM TER A PERMISSÃO DA LUA PARA QUE A UNIÃO SE CONSUMASSE.

ENTÃO IGTÁ E PICAZÚ FOI FALAR COM TUYÁ, O ANCIÃO MAIS VELHO DA ILHA DO SOL, POIS, ELE ERA UM HOMEM MUITO SÁBIO, PARA QUE INTERCEDESSE JUNTO A LUA PARA QUE ELA PERMITISSE A REALIZAÇÃO DO CASAMENTO DOS JOVENS APAIXONADOS.

O SÁBIO ANCIÃO FOI CONVERSAR COM A LUA E FELIZMENTE A LUA DEU A SUA APROVAÇÃO.

MAS, APESAR DA BENÇÃO DA LUA PARA QUE A UNIÃO DO CASAL SE CONSUMASSE, ELES AINDA TINHAM QUE SUPERAR MUITAS PROVAÇÕES PARA QUE O CASAMENTO ACONTECESSE, POIS, O CACIQUE DA TRIBO TAMBÉM ERA APAIXONADO POR PICAZÚ E DECIDIU ATRAPALHAR OS PLANOS DO VALENTE IGTÁ FAZENDO COM QUE ELE PASSASSE POR UM DOLOROSO TESTE DE CAPACIDADE.

SENDO ASSIM IGTÁ TEVE QUE NADAR POR UM LONGO TEMPO NUMA LAGOA LOGO EM SEGUIDA O CACIQUE INVEJOSO EXIGIU QUE ELE FOSSE PARA A MATA CAÇAR PORCOS SELVAGENS PARA ALIMENTAR TODOS OS HABITANTES DA TRIBO DA ILHA DO SOL.

ENTÃO, IGTÁ QUE JÁ ESTAVA NO LIMITE DAS SUAS FORÇAS FÍSICAS E MENTAIS RESOLVEU NÃO ABORTAR A SUA MISSÃO DE SE CASAR COM A BELA PICAZÚ, ENTROU NA MATA E CAÇOU CEM PORCOS SELVAGENS QUE ALIMENTOU TODOS OS HABITANTES DA ILHA DO SOL VPOR MUITOS DIAS.

ASSIM ELE HAVIA CUMPRIDO TODAS AS EXIGÊNCIAS QUE O CACIQUE INVEJOSO TINHA ESTABELECIDO.

ENFIM, IGTÁ E PICAZÚ SE CASARAM NA ILHA DO SOL, FAZENDO COM QUE A TRIBO FICASSE EM FESTA POPR MUITOS DIAS, MAS INFELIZMENTE A UNIÃO DE IGTÁ COM PICAZÚ NÃO SIGNIFICAVA QUE ELES TERIAM UM DESTINO FELIZ, POIS, TANTO O SÁBOIO ANCIÃO E O INVEJOSO CACIQUE ESQUECERAM DE CONSULTAR TUPÃ, O CRIADOR DO CÉU E DA TERRA QUE FICOU FURIOSO POR NÃO TER SIDO CONSULTADO.

ENTÃO TUPÃ DEMONSTRANDO TODA A SUA INDIGNAÇÃO, POR TER SIDO DEIXADO DE LADO, EXPRESSOU SUA DESAPROVAÇÃO DA UNIÃO COM UMA FORTE CHUVA QUE TODOS INTERPRETARAM COMO SENDO SEU CHORO.

ASSIM IGTÁ E PICAZÚ FORAMEXPULSOS DA BELÍSIMA ILHA DO SOL E FORAM MORAR NUMA OUTRA ILHA NO MESMO ARQUIPÉLOGO, CHAMADA ILHA DA ESCURIDÃO, ONDE HABITAVAM OS CASAIS, CUJO O CASAMENTO NÃO TINHA SIDO APROVADO POR TUPÃ.

IGTÁ E PICAZÚ FORAM OBRIGADOS A IREM NADANDO ATÉ A ILHA DA ESCURIDÃO, ENQUANTO O POVO DA SUA TRIPO, INSULTAVA-OS PARA ASSIM CONSEGUIR O PERDÃO PARA OS HABITANTES DA ILHA DO SOL.

O CASAL FOI ALVO DE MUITAS FLECHADAS QUE INFELIMENTE ATIGIRAM O CASAL APAIXONDO.

COM ISSO, O SOL DO ENTARDECER FOI TINGIDO DE UM VERMELHO VIVO FAZENDO COM QUE A TERRA E O CÉU TAMBÉM FOSSE TIGIDO DESSA MESMA COR.

ASSIM OS HABITANTES DA ILHA DO SOL, AMENDRONTADOS COM A FÚRIA DE TUPÃ, FUGIRAM, POSSIBILITANDO QUE IGTÁ E PICAZÚ, MESMO FERIDOS, ESCAPASSEM COM VIDA.

ENTÃO, ELES CONTINUARAM NADANDO ATÉ CHEGAREM AO SEU EXÍLIO NA ILHA DA ESCURIDÃO, ONDE SÓ HAVIA NOITE.

APESAR DE IGTÁ E PICAZÚ NUNCA MAIS TER CONTATO COM A LUZ DO SOL E VIVER NA ESCURIDÃO PARA SEMPRE, ELES CONSEGUIRAM A PAZ NECESSÁRIA PARA FINALMENTE VIVEM O GRANDE AMOR QUE UM SENTIA PELO OUTRO E MESMO EXILADOS NAQUELA ILHA SOMBRIA E CERCADA DE MORGEGOS POR TODOS OS CANTOS, ELES VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 49 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 696


Outros títulos do mesmo autor

Poesias O PÁSSARO PRETO Saulo Piva Romero
Contos AS BOTAS MÁGICAS DE GORETE Saulo Piva Romero
Contos A ONÇA QUE TINHA MEDO DE RAIOS E TROVÕES Saulo Piva Romero
Contos O PAPAGAIO QUE FAZIA CRÁ! CRÁ! CRÁ! Saulo Piva Romero
Contos LEPEKA E O POODLE Saulo Piva Romero
Contos BICHO DE GOIABA Saulo Piva Romero
Contos O MENINO QUE QUERIA SER PRESIDENTE Saulo Piva Romero
Contos O CHÁ DAS CINCO Saulo Piva Romero
Contos A ILHA DO SOL Saulo Piva Romero
Contos UM CALANGO NA AREIA CALIENTE Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 347.


escrita@komedi.com.br © 2022
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 60312 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 57397 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 56968 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 56868 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55710 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 55686 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 55582 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55351 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 55107 Visitas
1 centavo - Roni Fernandes 54713 Visitas

Páginas: Próxima Última