Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Pizza em Nova York
Rafael da Silva Claro



É com entendimento sociológico, antropológico e histórico que vejo a celeuma e indignação com que brasileiros viram a fotografia do Bolsonaro devorando um pedaço de pizza barata em Nova York. Para piorar o cenário, ele realizou essa horrível tarefa na calçada, em pé e com a mão. Na necessidade fisiológica básica de aplacar a fome, ele se comportou como um reles mortal, não obedecendo a tal “liturgia do cargo”. Segundo os detratores de plantão, o presidente entregou uma imagem ruim do País. Curioso é que quem conhece “a cidade que nunca dorme”, disse que tudo isso é muito normal. Os críticos, com predisposição a súditos, sentem saudades das cortes que torravam cartões corporativos com hotéis estrelados e restaurantes conceituados. Deslumbrados como novos-ricos “andando de avião”.

As condições não foram recebidas como “dignas de um chefe de Estado”. Acredito que Gilberto Freyre atribuiria o episódio à subserviência ancestral do habitante do país tropical. Quando Dom João VI desembarcou aqui com seu séquito de Aspones, logo vários brasileiros, com subserviência de sobra para a genuflexão à procura de uma autoridade, adoraram a cerimônia do beija-mão e, gentilmente, cederam suas residências ao Príncipe Regente e sua Corte.

Os “coronés” (coronéis), comuns no Nordeste, nunca precisaram fazer parte do Exército ou Polícia Militar para assim serem chamados. Para isso sempre bastou serem respeitados ou temidos, já que são os “donos” da região.

É comum brasileiros com vocação para plebeus se vangloriarem de conhecer alguém importante. Delegado, qualquer um ligado à Justiça ou alguém que pareça uma autoridade, ou detentor de algum poder, pode ser acionado para desenrolar uma situação, tipo acidente automobilístico, briga de bar ou só para botar medo.

Demonstrando simplicidade e sem ser estranhados por isso, presidentes da Áustria e Rússia comeram junk food, em Nova York, em pé e na calçada. Talvez por moda, sinalizando virtude ou na expectativa de colher os dividendos eleitorais, Eduardo Leite — potencial representante da terceira via — replicou, em partes, Bolsonaro e mastigou sua pizza no meio-fio. Só que em Barcelona.

Demorei para comentar isso, sim. Primeiro, que, além disso ser um comentário e não uma notícia, o ocorrido não causou espanto quando o presidente era da Europa. Segundo, só depois Eduardo Leite fez a mesma coisa.

A ascensão social tem que vir junto de algumas sinalizações, daí vêm as lagostas e vinhos premiados do STF. Bom é, tendo um bom emprego no Brasil, comer pizza com a mão, numa espelunca em Nova York, mesmo que na calçada... e rir.


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 50787


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios L’etat c’est moi Rafael da Silva Claro
Ensaios Lula e Alckmin — Teatro das Tesouras Rafael da Silva Claro
Crônicas O Quadro Rafael da Silva Claro
Resenhas Doutor Castor Rafael da Silva Claro
Ensaios “Você me ajuda, eu te ajudo” Rafael da Silva Claro
Crônicas Instituto Médico (nada) Legal * Rafael da Silva Claro
Ensaios O Blogueiro Bolsonarista e o Empastelamento Rafael da Silva Claro
Ensaios Bastidores do Brasil Rafael da Silva Claro
Crônicas Guarabyra vai às compras * Rafael da Silva Claro
Ensaios Pizza em Nova York Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 166.


escrita@komedi.com.br © 2022
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 60312 Visitas
ENCONTRO DE ALMAS GENTIS - Eliana da Silva 57398 Visitas
Ano Novo com energias renovadas - Isnar Amaral 56970 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 56868 Visitas
Caçando demónios por aí - Caliel Alves dos Santos 55713 Visitas
NÃO FIQUE - Gabriel Groke 55688 Visitas
saudades de chorar - Rônaldy Lemos 55584 Visitas
Entrevista com Larissa Gomes – autora de Cidadolls - Caliel Alves dos Santos 55354 Visitas
Coisas - Rogério Freitas 55114 Visitas
1 centavo - Roni Fernandes 54713 Visitas

Páginas: Próxima Última