Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Precisamos falar de Hélio Schwartsman
Rafael da Silva Claro

O sujeito que dá título a este texto escreveu: “Por que torço para que Bolsonaro morra”. O autor escreveu isso na Folha de São Paulo quando o presidente contraiu a covid-19. Se ele apenas quis dar sua lacrada matinal, ser “o cara” na sua bolha ou parecer polêmico, só ficou claro que ele é alguém que, precisando de cuidados psiquiátricos, é urgente que seja interditado.

O pai e a mãe dele pensam: meu Deus, criei um monstro!; os irmãos já desconfiavam que isso um dia iria acontecer; os amigos desse cara devem estar atônitos pelas loucuras que ele pensa; e os colegas de trabalho, surpresos por o que aquele sujeito estranho é capaz de escrever. Se for demitido ou contrariado pode tramar invadir a redação, numa segunda-feira, e metralhar quantos conseguir. Se o cara quer assassinar o presidente!

O jornalista quer eliminar quem ele não gosta, não tolera ou pensa diferente. É o típico ser que reclama que o Brasil está polarizado. Polarização é boa, pois significa a existência de mais de um pensamento. O contrário de polarização é o pensamento único.

Agora, a Polícia Federal (PF) intimará o colunista da Folha. Tomara que não dê em nada. Ele apenas está utilizando mal o dom de escrever e a oportunidade e o espaço que tem em um jornal de grande circulação. É a inteligência, mais uma vez, sendo usada para o mal; é o Hélio, do único jeito que ele teve coragem, expressando seu ódio. Ódio represado, que talvez seja por si mesmo.

As pessoas próximas ao autor da polêmica coluna devem se preocupar com o que dizem, bem como com suas preferências políticas. Hélio Schwartsman, por tão pouco, já provou desejar a morte de quem pensa, fala e age contrariando-lhe. Cuidado, ele deseja a sua eliminação e, quando disposto, pode escrever num título: Espero que ele morra.

O texto dessa coluna, “Por que torço para que Bolsonaro morra” é inócuo, de modo que não configura crime. O problema é quando um “Adélio Bispo” se sente autorizado e encorajado, por uma asneira estampada na Folha de S. Paulo, a deflagrar uma ideia, antes somente armazenada na cabeça de um débil mental, pensando salvar a humanidade.

Em 2015, 12 pessoas pagaram com a vida porque um desenhista resolveu ser “polêmico” publicando uma charge de Maomé na revista satírica francesa Charlie Hebdo. Deu ruim. O resultado foi um massacre.

Ronaldo Lima Batista, vereador da cidade de Coremas/PB, valente, sabendo da ida de Bolsonaro à sua cidade, gravou um vídeo ameaçando-o de morte; depois, devido à péssima repercussão, cordeirinho, gravou outro vídeo mais longo, com muito medo e contradizendo-se bastante, retratando-se. Agora, cheio de qualidades, se diz “da paz”.

É melhor ficar verde de raiva (por não gostar da linha política) do que vermelho de vergonha (por ter que pedir desculpas).


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 600


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Pantanal Rafael da Silva Claro
Ensaios Tiro no pé Rafael da Silva Claro
Ensaios Idioma/ Oscar Rafael da Silva Claro
Ensaios Sinecuras 2020 Rafael da Silva Claro
Crônicas Aquecimento Global Rafael da Silva Claro
Ensaios Fake News de qualidade Rafael da Silva Claro
Crônicas Náufragos em SP Rafael da Silva Claro
Ensaios Sleeping Giants Rafael da Silva Claro
Ensaios Precisamos falar de Hélio Schwartsman Rafael da Silva Claro
Ensaios Nem tudo que reluz é ouro Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 54.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68405 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55719 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44418 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44138 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43759 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42863 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42139 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41361 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41300 Visitas
Amores! - 39820 Visitas

Páginas: Próxima Última